*
 

O corpo do coronel Max de Carvalho Dias, da Força Aérea Brasileira (FAB), foi encontrado nesta quarta-feira (11/1). O militar havia desaparecido no Rio Grande do Norte, na quinta (5). Ele e um pescador saíram, no começo da manhã, para praticar a pesca esportiva e não foram mais vistos.

Os dois deveriam regressar ao Clube Iate Clube de Natal no dia seguinte, o que não ocorreu. Tanto a lancha quanto o pescador, cuja identidade não foi revelada, continuam desaparecidos.

Max Dias trabalhava na Secretaria de Aviação Civil do Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil. O corpo do coronel da FAB foi achado boiando pela equipe do Iate Clube de Natal, a 2 milhas da costa no litoral norte da capital, na altura da Praia de Caiçara, que fica a cerca de 120km de Natal.

Após o anúncio de que o corpo do coronel Max de Carvalho Dias havia sido encontrado, o ministro dos Transportes, Portos e Aviação, Maurício Quintella Lessa, se pronunciou sobre o caso.

Confira nota:

É com grande pesar que recebi a notícia da morte do Coordenador-Geral de Gestão da Navegação Aérea Civil do Ministério dos Transportes, Max de Carvalho Dias, na manhã desta quarta-feira (11.01). Coronel da Força Aérea Brasileira, Max trabalhou na Secretaria de Aviação Civil desde sua criação, em 2011, onde teve notado protagonismo na formulação de ações de segurança para o espaço aéreo brasileiro. Neste momento de dor, quero me solidarizar com os familiares, amigos e colegas.

Maurício Quintella Lessa

Ministro dos Transportes, Portos e Aviação

 

 

COMENTE

Rio Grande do Nortecorpo encontradoCronel da FAB
comunicar erro à redação