*
 

O coronel Max de Carvalho Dias, da Força Aérea Brasileira (FAB), desapareceu em alto-mar no Rio Grande. O militar, que trabalha na Secretaria de Aviação Civil do Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil, teria saído para pescar na quinta-feira (5/1) quando não foi mais visto.

Ainda não há informações de quantas pessoas estavam na lancha Allure, que saiu com Max do Iate Clube de Natal e que deveria ter retornado na sexta-feira (6). O Ministério dos Transportes acompanha o caso, mas só vai se pronunciar ao fim das buscas.

Reprodução

A Marinha do Brasil, por meio de nota, disse que tomou conhecimento do desaparecimento no sábado (7) e que vem realizando buscas no litoral do Rio Grande do Norte para localizar o oficial.

Confira a íntegra do comunicado:

“A Marinha do Brasil, por meio do Comando do 3° Distrito Naval (Com3ºDN), informa que tomou conhecimento, em 7 de janeiro de 2017, do desaparecimento da lancha “Allure”, que saiu do Iate Clube de Natal em 5 de janeiro, com previsão de retorno no dia seguinte, o que não aconteceu.

O Com3ºDN vem realizando buscas no litoral do Rio Grande do Norte com o Navio-Patrulha Guaíba, com o auxílio de uma aeronave da Força Aérea Brasileira.

A Capitania dos Portos do Rio Grande do Norte vem mantendo contato com a comunidade marítima a fim de disseminar o desaparecimento da lancha e colher informações que auxiliem na sua localização. O Centro de Hidrografia da Marinha (CHM) está emitindo “Avisos-Rádio Náuticos” dando ciência do ocorrido às embarcações em trânsito na região.

Até o momento, nem a embarcação nem os tripulantes foram encontrados.”

 

 

COMENTE

fabmarinhaCoronel
comunicar erro à redação

Leia mais: Brasil