O desaparecimento de Rafaela Martins Cardoso, de 18 anos, teve um final trágico e brutal. Sumida desde terça-feira (5/3), a jovem foi encontrada morta dentro de uma cisterna pela Polícia Militar de Águas Lindas (GO), no Entorno do Distrito Federal. Antes de ser assassinada, ela teria sido estuprada pelos algozes, segundo informou a corporação. O corpo de Rafaela foi encontrado por volta de meia- noite desta quinta (7).

Segundo informações da PM, Rafaela foi sequestrada no município goiano por quatro homens após sair de uma festa. Ela estava com o namorado no local, mas decidiu deixar o evento e voltar para casa sozinha. Quando passava pelo Posto Ponteio, localizado no Setor 6 de Águas Bonitas II, bairro onde morava, foi abordada pelos criminosos e obrigada a entrar no carro – um Ford Escort.

Ao notarem o desaparecimento da jovem, familiares acionaram a PM que, por meio de denúncia anônima, conseguiu identificar e localizar um dos suspeitos. Chegando ao local, os militares encontraram o carro usado no sequestro.

Pressionado pela corporação, o suspeito, identificado como Jorge, assumiu que ele e os três comparsas estupraram Rafaela e a assassinaram dentro de um barraco. Jorge também apontou o lugar em que o corpo foi desovado, dentro da cisterna de água do terreno. Ele foi preso em flagrante.