Veja 6 declarações polêmicas de Demi Moore, aniversariante do dia

A atriz completa 57 anos nesta segunda (11/11/2019) e acaba de lançar uma autobiografia com grandes revelações

Alberto E. Rodriguez/Getty ImagesAlberto E. Rodriguez/Getty Images

atualizado 08/11/2019 22:10

Estrela de filmes como Ghost e Proposta Indecente, Demi Moore não se destaca só nas telinhas. A artista completa 57 anos nesta segunda (11/11/2019) e fez grandes revelações em sua biografia,  intitulada Inside Out.

O livro de memórias da atriz relata acontecimentos marcantes sobre a trajetória pessoal e profissional de Demi. Um dos tópicos mais polêmicos são os seus casos amorosos.

Metrópoles separou seis dos assuntos mais relevantes da autobiografia da aniversariante. Confira!

1. Primeira vez
Na obra, a atriz afirmou que se sentia mal por ter sido a primeira mulher com o ator Jon Cryer, estrela de Two and a Half Man, transou em toda a vida.

Mesmo assumindo que já foi apaixonado por ela, Jon Cryer nega que Demi Moore tirou sua virgindade: “Ela não precisa mais se sentir mal com isso. Na verdade, eu perdi minha virgindade no Ensino Médio”, declarou. Climão!

2. Drogas e álcool
Em sua biografia, Demi também aborda seus problemas com álcool durante os anos 1980, e como isso alterou sua relação com as filhas. Em entrevista ao programa Red Table Talk, Rummer e Tallulah, suas herdeiras, comentaram como era lidar com as recaídas da mãe.

“Era como se o sol fosse embora e um monstro aparecesse”, conta Tallulah. Já Rummer disse: “Eu a tratava como uma criança, e me sentia muito triste por isso”, afirma.

3. Estupro aos 15 anos 
Outra declaração marcante foi quando a atriz contou que a mãe teve relação direta com um estupro que ela sofreu aos 15 anos.

Em entrevista ao Good Morning America, Demi revelou que foi abandonada por seu pai, e que cuidava sozinha da mãe alcoólatra. Sobre o estupro, Moore disse que o criminoso já estava a esperava em sua casa.

Segundo ela, o homem entrou com a ajuda de sua mãe. “Foi estupro e uma traição devastadora revelada pela pergunta cruel do homem: ‘Como você se sente em ser prostituída pela sua mãe por 500 dólares?”’, descreve Demi em um trecho de Inside Out. 

4. Casamento com Bruce Willis 
De acordo com a autobiografia, Bruce Willis não gostava da independência profissional que a ex-esposa demonstrava no auge da sua carreira e chegou a pedir que ela parasse de atuar. Sobre as situações impostas, ela escreveu: “Ele se sentia incomodado com a minha independência e tinha sentimentos conflitantes em relação ao nosso casamento.”

Os atores foram casados durante 13 anos e, desde então, demonstram manter um bom relacionamento.

5. Divórcio com Ashton Kutcher
A controvérsia envolvendo Ashton Kutcher foi a que mais causou espanto desde o lançamento do livro.

Demi fez muitas declarações sobre a separação. Além de ter revelado traições, a atriz contou a respeito de um aborto espontâneo sofrido na época do namoro, e que rompeu a sobriedade quando se divorciaram. Revoltado, Ashton Kutcher insinua que Demi Moore mentiu em autobiografia e até tuitou o número do seu celular para que os fãs soubessem da verdade.

Ela também conta como se sentiu humilhada quando o rapaz compartilhou uma foto dela de calcinha passando mal no banheiro, após uma noite de bebedeira, em 2009.

6. Traição antes do casamento
A atriz revelou que foi infiel ao primeiro marido, Freddy Moore, na véspera do seu casamento, em 1980. “Na noite anterior ao casamento, em vez de fazer meus votos, liguei para um rapaz que tinha conhecido em umas gravações. Deixei a minha festa de despedida de solteira e fui ato ao apartamento dele”, revelou Moore.

Últimas notícias