Polêmico, evento em Brasília quer resgatar “masculinidade patriarcal”

A organização garante que participantes poderão se perceber como “reis". Ação está agendada para novembro e custa até R$ 3 mil

atualizado 04/10/2019 15:54

Reprodução/Unsplash

Um evento que promete “resgatar a masculinidade patriarcal” está causando burburinho e tem recebido críticas nas redes sociais. Batizado de Machonaria II, o encontro promove a “masculinidade, espiritualidade e o empreendedorismo entre homens” dos dias 14 a 17 de novembro, nos arredores de Brasília. Os ingressos custam a partir de R$ 1.850, podendo chegar a R$ 2.950.

O idealizador é o pastor Anderson Silva, líder da igreja Vivo Por Ti. ” Não teríamos tantas feministas decepcionadas andando por aí se os homens fossem melhores maridos e pais, porque a reação natural das mulheres de Deus é confiar e respeitar os verdadeiros homens de Deus”, escreveu o pastor em post no Instagram. “Retrato da sociedade brasileira doente”, retrucou um dos diversos perfis que se sentiram incomodados com a polêmica proposta.

View this post on Instagram

#Repost @machonarianacional ・・・ #Repost @machonarianacional @beaman.sejahomem ・・・ MACHONARIA 2 “Masculinidade~ Espiritualidade ~ Empreendedorismo ___________________________ INSCRIÇÃO: www.machonaria2.eventbrite.com.br ____________________________ A inscrição no quarto de casal dará o direito de inscrição da esposa no evento simultâneo para mulheres @femmenaria _______________________________ Me considero um literalista bíblico ferrenho, que crê que o homem é o cabeça da família e quem deve prover para sua família; que os filhos são uma benção e que não teríamos tantas feministas decepcionadas andando por aí se os homens fossem melhores maridos e pais, porque a reação natural das mulheres de Deus é confiar e respeitar os verdadeiros homens de Deus. /// Mark Discroll

A post shared by Anderson Silva (@andersonsilva_org) on

Quem se inscrever na Machonaria II terá direito à hospedagem em um hotel fazenda a 24 km da capital federal e a participar de atividades e palestras ministradas por pastores e personalidades do mundo gospel.

A descrição do evento diz ainda que os participantes poderão se perceber como “reis, profetas e sacerdotes”. E não para por aí. Simultaneamente, na mesma data e local, ocorrerá o “Femmenaria”, que visa promover feminilidade, espiritualidade, família e empreendedorismo.

Na descrição, foi prometido que, em 2020, o dinheiro arrecadado será usado na construção de um projeto “refúgio” para trabalhar com maridos abusadores e pedófilos.

A organização do Machonaria II foi procurada pelo Metrópoles e informou que mais detalhes sobre o evento seriam passados “apenas para os cristãos”.

 

Veja a repercussão: 

Últimas notícias