Tapioca com chia: inclua a combinação na dieta e acelere o emagrecimento

Veja alguns excelentes motivos para você não deixar a tapioca com chia de fora das suas refeições diárias

Está preparada para incluir a tapioca com chia no seu dia a dia? Essa combinação vai conquistar o seu paladar e ajudá-la contra os quilinhos extras.

Saiba o por quê!

Não incha

O glúten, presente nos pães e outros alimentos feitos com farinha de trigo, é uma proteína de difícil digestão para a maior
parte das pessoas. “Alguns autores citam que, provavelmente, todos nós podemos ter algum tipo de sensibilidade ao glúten,
em maior ou menor grau”, ressalta a nutróloga e médica ortomolecular Tamara Mazaracki, do Rio de Janeiro. Segundo ela, um dos sintomas de sensibilidade é o inchaço, em especial o abdominal. Portanto, o consumo da tapioca com chia ajuda a reduzir a sensação de estufamento causada por outros alimentos, como pães e outros à base de farinha de trigo.

É pouco calórica (mas tenha moderação) 

“Considerando que não vai gordura nenhuma em seu preparo, esse é um carboidrato relativamente pouco calórico”, ressalta a nutricionista clínica e esportiva Bruna Quaglio, de São Paulo. Para quem está numa dieta de emagrecimento, a recomendação dos profissionais é não ultrapassar duas colheres (sopa) rasas de goma da tapioca com chia hidratada por dia –  o que daria uma tapioca pequena – e, claro, ficar de olho no recheio. “Essas duas colheres rasas forneceriam, em média, entre 60 e 70kcal”, afirma a nutricionista e personal diet Thais Villaça, do Rio de Janeiro.

Continue lendo no site Alto Astral, parceiro do Metrópoles.