Harry aconselhou Meghan a falar sobre aborto para ajudar outras pessoas

Especialista em realeza britânica afirmou que o relato da duquesa teve incentivo do príncipe

atualizado 27/11/2020 12:35

Príncipe Harry e Meghan MarkleChris Jackson/Getty Images

O príncipe Harry encorajou e apoiou a mulher, Meghan Markle, a falar sobre o aborto espontâneo sofrido em julho, afirmou a especialista em família real Katie Nicholl, responsável pela cobertura da realeza para a revista Vanity Fair.

Segundo ela, o objetivo era mostrar para a duquesa de Sussex que o seu depoimento poderia ajudar outras famílias que já passaram pela mesma situação. Meghan é mãe de Archie, de 1 ano, e relatou a “dor insuportável” ao perder o segundo filho.

“Harry disse: ‘Acho que você deveria escrever sobre esse aborto, porque se pudermos ajudar outras famílias a passarem por isso, temos uma razão para fazê-lo'”, afirmou Katie ao programa The Royal Beat, da True Royalty TV. Segundo ela, a postura do filho da princesa Diana foi louvável e algo que “nunca se esperaria de um integrante sênior da família”, contou.

“Achei incrivelmente corajoso”, complementou a especialista. De acordo com a jornalista, o triste episódio aproximou ainda mais o casal.

Onda de apoio

Após o seu depoimento ao jornal The New York Times, Meghan Markle recebeu uma infinidade de comentários carinhosos. Muitas mulheres aproveitaram para contar dos abortos que sofreram, quebrando o tabu sobre o assunto.

Últimas notícias