*

A tendência dos apartamentos atuais é ser cada vez menor. Falta espaço nas cidades abarrotadas de gente e uma residência grande e espaçosa vai ficando fora da realidade das jovens famílias. Foi pensando nesse público que a arquiteta Andrea Pontes criou o projeto Verte Belém, em São Paulo. O espaço de apenas 56m² precisava abrigar uma família de quatro pessoas: um jovem casal, um rapaz adolescente e uma menina.

“Em primeiro lugar, eu nem pensei em usar forro de gesso porque ia acabar diminuindo o pé direito e o apartamento ia ficar ainda menor”, conta a arquiteta. Bem divididos, nenhum dos cômodos tem um centímetro a mais do que o necessário — o menor, o quarto da menina, tem apenas 5,6m², enquanto a sala de estar e jantar, o maior dos cômodos, tem 14m². As prateleiras e divisórias ajudam a acomodar os objetos da família.

“Usei também muitos espelhos: nas portas dos armários, nas paredes, atrás das camas. As peças dão uma sensação de amplitude.” No banheiro, o uso do espelho é relacionado com os vidros, que mantém o ambiente leve e oferece mais um espaço para os produtos pessoais. Na cozinha, a parede pela metade também garante que quem chega no cômodo tenha uma visão mais aberta. Um dos pedidos foi uma mesa para seis pessoas. Para não prejudicar a circulação, Andrea optou por um modelo oval.

E apesar de vir em tons diferentes, o amarelo é a cor que dá unidade ao projeto. Aparece na sala, na cozinha e no quarto do rapaz. A tonalidade foi escolhida para dar um ar mais jovial ao apartamento. As peças de decoração são todas leves, com pernas finas que ocupam pouco espaço, encaixando nos móveis ou em pequenas brechas.

Confira algumas fotos do projeto e se inspire para decorar a própria casa!



COMENTE

 
decoraçãoarquiteturamicro apartamentos

Leia mais: Decoração