Site de “sugar daddies” registra mais de 26 mil usuários no DF

A plataforma conecta homens bem-sucedidos e mais velhos a mulheres jovens que desejam ser bancadas por eles

Os sugar daddies estão em alta no Distrito Federal. Pelo menos é o que mostra a nova pesquisa do Meu Patrocínio, site criado para conectar homens mais velhos e ricos a mulheres jovens interessadas em serem bancadas por eles.

A capital federal ficou em primeiro lugar em número de usuários, com aproximadamente 26 mil inscritos. Atualmente, mais de 4 mil daddies e 21 mil sugar babies brasilienses estão cadastrados na plataforma. Os homens ganham, em média, R$ 80 mil por mês e se conectam majoritariamente com universitárias de 24 a 28 anos.

No Meu Patrocínio, grande parte dos homens chega a pagar R$ 1 mil por mês para utilizar o site. A plataforma diz que a maioria das mulheres entra em busca de ajuda financeira para arcar com o custo dos estudos.

O relacionamento entre daddies e babies não necessariamente envolve pagar por sexo, as mulheres recebem para fazer companhia, conversar e comparecer em eventos com esses homens.