*

A infância é realmente uma fase incrível. Conhecida por ser a época mais humana das pessoas, o caso contado recentemente por um médico no Linkedln comprova mais uma vez quão sensível a criança pode ser.

Jim Clark escreveu sobre a vez que operou uma menina e ela precisou de uma transfusão de sangue do tipo O-. O único doador disponível no momento era seu irmão gêmeo. O médico precisou conversar com o menino e pedir que ele ajudasse a irmã em um momento tão delicado.

Sem entender muito bem as informações passadas pelo médico, o garoto achou que precisaria dar a própria vida para a irmã sobreviver e topou na hora mesmo assim. Confira a tradução do post do médico:

“Hoje eu operei uma menininha. Ela precisou de sangue O-. Nós não tínhamos, mas o irmão gêmeo dela tinha sangue O-. Eu expliquei para ele que era uma questão de vida ou morte. Ele sentou em silêncio por um momento e então disse adeus aos seus pais. Eu não pensei nada a respeito até depois que tirei seu sangue e ele perguntou, “Então, quando eu vou morrer?”. Ele pensou que estava dando a sua vida pela dela. Felizmente, eles dois irão ficar bem”

A história já tem mais de 17 mil curtidas e 1128 comentários e foi divulgada pelo site Distractify.

Reprodução

COMENTE

 
doação de sangueirmãos

Leia mais: Comportamento