*

Uma pesquisa da Universidade de Oklahoma indicou que, apesar de negarem, religiosos assistem pornografia. O relatório aponta que os homens cristãos lideram a lista dos mais “hipócritas” em relação ao assunto.

De acordo com o estudo, os evangélicos entrevistados apresentaram comportamento “incongruente” em relação ao modo de pensar e de agir. “Cristãos conservadores são bem mais suscetíveis a rejeitar pornografia que outros americanos. Comecei a me perguntar se religiosos acham imoral, por que assistem?”, disse o autor do relatório, Samuel L. Perry, ao PsyPost.

Além disso, em comparação com quem não tem religião, os evangélicos foram mais propensos a afirmar que consumir pornografia é moralmente errado. “Minhas suspeitas foram confirmadas. Apesar dos evangélicos terem a pior visão sobre pornô, eles não são muito diferentes dos ateus e agnósticos quando se trata do quanto eles consomem esse tipo de produto”, explicou Perry.

O autor não conseguiu determinar por que os homens religiosos têm esse comportamento. As dúvidas de Perry resultaram na pesquisa chamada “Not Practising What You Preach: Religion and Incongruence Between Pornography Beliefs and Usage”, algo como “Não praticando o que você prega: religião e incongruência entre crenças de pornografia e uso”, em português. O estudo foi baseado em respostas de mais de 2 mil americanos.



COMENTE

 

Leia mais: Comportamento