Pedro Bial fala sobre relação com o filho e desabafa sobre o Brasil

O jornalista tem se tornado uma sombra para Théo, de 21 anos, que aprende com o pai questões importantes, como desigualdade racial no país

DivulgaçãoDivulgação

atualizado 22/05/2019 16:26

Pai de cinco, Pedro Bial tem estreitado cada vez mais a relação com Théo, de 21 anos, fruto de seu relacionamento com a atriz Giulia Gam. Morando em São Paulo para gravar o programa Conversa com Bial, o apresentador deixa o filho à vontade em sua casa no Rio de Janeiro. Apesar da distância, os dois estão sempre juntos.

Em entrevista à revista Quem, pai e filho entregam que costumam comparecer a eventos sociais juntos e se esbarram em bastidores da televisão. Sobre o rapaz, o jornalista diz: “Ele é uma ótima companhia”. Théo, por outro lado, vê profundidade na importância de seguir o pai.

“É sempre bom acompanhar e dar essa força para ele. Meu papel como filho é dar o máximo de amor e suporte para meu pai, assim como ele me deu. Relação de pai e filho é bem assim mesmo. Um dia o pai cuidado do filho e depois os papeis se invertem”, afirma Théo.

Para o rapaz, Bial é referência em guiar seus pensamentos. “Eu consulto meu pai em todos os setores, todas as áreas. Confio nos conselhos dele plenamente. Eu já fiz coisas erradas na vida. A maior parte delas aconteceu principalmente quando eu não consultei ninguém”, desabafa.

No bate-papo, o ex-apresentador do Big Brother Brasil também deixou claro a importância de conscientizar o filho a respeito de desigualdades sociais e raciais no país. “Para minha compreensão, a questão negra engloba tudo. Se a gente não promover este progresso, essa evolução, nada vai melhorar”, diz.

Sobre o futuro do país, Bial não recua: “Acho importante não perder a esperança. Apostar no que pode dar errado não é o suficiente. Não vou dizer que é fácil, nunca é. A gente sofre também […] Se der certo deu, se não, também será nossa autoria, tanto o fracasso quanto o sucesso é de nossa responsabilidade”.

Últimas notícias