*

Giselle Prattes, mãe do ator global Nicolas Prattes, revelou nesta quinta-feira (6/12) que luta contra um câncer de pele. Pelas redes sociais, a mulher fez um longo desabafo e diz sofrer com o tumor desde os 28 anos. Além disso, afirma que problemas de saúde nestes níveis estão relacionados a situações emocionais não resolvidas.

“Usar protetor solar, se prevenir, é muito básico! Mas hoje eu queria escrever sobre o significado dessa doença pela medicina chinesa, ou até mesmo para os que acreditam na visão espiritual. Todo câncer está relacionado com a ligação que você tem com os parentes, as pessoas mais próximas. São concretizações de ‘tumores mentais’ formados por conflitos entre pessoas da família”, escreveu na internet.

“Quando uma pessoa arrasta uma mágoa durante muitos anos, sem poder usar a voz, por medo do conflito por exemplo, seu universo começa a desarmonizar causando distúrbios celulares”, explicou Giselle, que continuou falando sobre ressentimentos antigos e amores perdidos.

“Cuide de você antes de cuidar do outro! […] O que o outro fez, pensa, falou sobre você não merece adoecer dentro de você! Isso faz parte do universo dele. Não seu! Eu me curei. Eu me libertei. E não canso de usar filtro solar. Hoje eu tenho orgulho das minhas três cicatrizes no peito. Elas me lembram o tempo todo, se cuide! Você é muito valiosa”, concluiu a mãe de Nicolas.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Com 28 anos, eu tirei a minha primeira lesão de câncer de pele. Esse ano, graças ao diagnóstico da minha querida amiga e dermatologista @juliananeiva eu tirei mais dois! Um mais simples e um outro mais grave (não tão grave! Também superficial). Todos no mesmo lugar, no chakra cardíaco! Ou seja, tristeza, no coração!! Usar protetor solar, se previnir, é muito básico e fundamental! Mas, hoje eu queria escrever sobre o significado dessa doença pela medicina chinesa, ou até mesmo para os que acreditam, pela visão espiritual. Todo câncer está relacionado com a ligação que você tem com os parentes, as pessoas mais próximas. São concretizações de “tumores mentais” formados por conflitos entre pessoas da família. Quando uma pessoa arrasta uma mágoa durante muitos anos, sem poder usar a voz, por medo do conflito por exemplo, seu universo começa a desarmonizar causando distúrbios celulares. Ressentimentos antigos, guardados por medo de perder alguém, por medo de ser abandonado por alguém ou por achar que perdeu o único amor de sua vida, fazem concretizar um câncer. A doença não desaparecerá enquanto o doente estiver retendo essa mágoa, ou não tendo voz, guardando esse sentimento em seu emocional. Perdoe! Respira! Se afaste se preciso for. Some! Quem te ama, vai até você! Se não for, se o orgulho for maior, e você acredita que já fez tudo certo, insista agora em você!! Reclame! Fale mesmo! Coloque a sua dor para fora! Bloqueia, desapega! Você não precisa de quem não quer o seu bem. Seja essa pessoa quem for!! Procure ajuda! Psicólogo, não é coisa de maluco! Estamos em 2018 minha gente! Da mesma forma que precisamos cuidar do coração, precisamos cuidar da nossa mente! Passe o filtro solar sem medo! Passe filtro solar nos seus filhos, SEMPRE!!! Você sabia que o câncer de pele de hoje é resquício de um sol muito antigo? Do passado? Passem filtro sempre nos seus filhos! Meditem! Nossa, como a meditação tem me salvado!! Respira fundo mais um pouco. A gente ama muito né?! Cria expectativas, os seus valores, não são iguais aos do outro? Ta tudo bem! Nada é pessoal! Seus pais não corresponderam a sua expectativa ?Ta tudo bem. Aconteceu o que poderia ter acontecido! Continuação 👇🏻

Uma publicação compartilhada por Giselle De Prattes (@giprattes) em