*

Dias depois de assumirem o relacionamento, o comentarista esportivo Walter Casagrande e a cantora Baby do Brasil deram detalhes sobre o seu namoro ao Fantástico. A entrevista foi ao ar na noite deste domingo (1º/1).

Casagrande diz que se aproximou de Baby quando começou a frequentar o mesmo médico ortomolecular que ela, e que a cantora foi fundamental nas Olimpíadas, quando ele temia ter uma recaída nas drogas. Para dar força ao até então amigo, Baby passou a ser sua companhia frequente de jantares.

Depois da paquera, ele tomou a iniciativa de chamá-la para namorar. “Quando ela me falou que tinha que esperar Deus avisar se podia ou não, pensei ‘ahhhhh minha nossa. Deus já deixou'”, brincou.

O namoro, no entanto, foi de acordo com as regras da cantora, evangélica há mais de 20 anos. Eles revelaram que primeiro beijo na boca, por exemplo, só saiu no terceiro mês de relacionamento. “Até os três meses, era só beijo na bochecha”, contou Baby do Brasil.

Sem sexo desde que se converteu, ela segue firme no seu propósito. A cantora disse que segue abstêmia e assim continuará até o casamento, que está nos planos dos dois ainda para 2017.

“Eu achei que ele não fosse aguentar os comentários dos amigos, as pessoas falando. Pensei ‘esse cara não aguenta’. Mas ele é mais casca grossa do que eu imaginava”, disse.

O ex-jogador garantiu que não se incomoda com a decisão da namorada. “A Baby é muito mais do que a relação sexual para mim. Não é só fazer sexo. É esperar e fazer com a pessoa certa. Então isso não está me incomodando”, garantiu.



COMENTE

 
sexoBaby do Brasilrelacionamentocasagrande

Leia mais: Celebridades