Xixi cura queimadura de água-viva? Veja mitos e verdades do verão

Especialistas desmistificam crendices populares relacionadas à estação mais quente do ano

O verão costuma ser lembrado pelas marquinhas de biquíni e pelos mergulhos em alto-mar, mas a estação mais quente do ano também pode vir acompanhada de alguns probleminhas de saúde, como queimaduras, náuseas e infecções.

Para sanar mitos e verdades relacionados às diferentes maneiras de proteção contra esses desconfortos, o Hospital 9 de Julho, referência em São Paulo, reuniu um time de especialistas.

Confira!

Urina ajuda a amenizar queimadura de água-viva

Mito. Muitas pessoas acreditam que a urina, o limão e até a água do mar podem auxiliar no tratamento de queimaduras de água-viva, o que não passa de um mito.

Para amenizar o desconforto nessa situação, a medida mais recomendada é lavar a região afetada com água abundante, em temperatura ambiente e, em seguida, procurar atendimento médico.

Limão mancha a pele

Verdade. Tanto o limão quanto outras frutas cítricas podem provocar manchas na pele. Ao entrar em contato com o sol, suas substâncias se tornam fototóxicas, causando marcas escuras e queimaduras.

Isso, no entanto, não impede você de tomar a sua adorada caipirinha de limão na praia. Para evitar as manchas, basta lembrar de lavar as mãos e demais regiões da pele que tiveram contato com o sumo, como o rosto e a boca.

Intoxicação alimentar é mais comum no verão

Verdade. O clima mais quente pode afetar a conservação de certos alimentos. Isso acontece porque o calor facilita a proliferação de vírus e bactérias, fazendo com que o risco de contaminação alimentícia se torne maior e mais comum.

Ficar com biquíni molhado favorece o aparecimento de doenças

Verdade. Nesta época do ano, ao emendar um passeio após a saída da praia ou piscina, as mulheres acabam ficando com o biquíni molhado por longos períodos. Essa umidade constante e o abafamento da região são cenários favoráveis para a proliferação de germes, podendo causar infecções e doenças, a exemplo da candidíase.

Por isso, é muito importante carregar uma troca de roupa dentro da bolsa de praia.

Usar óculos de sol sem fator UV é melhor do que nada

Mito. Os óculos de sol de origem desconhecida podem fazer mal à saúde dos olhos, uma vez que não é possível comprovar a sua qualidade e se, de fato, protegem os olhos.

Além disso, lentes escuras não são sinônimos de proteção. Elas podem permitir que uma grande quantidade de luz entre pela pupila, gerando danos futuros.

O calor pode prejudicar o sono

Verdade. No verão, o organismo tem dificuldade de eliminar o calor em excesso, já que o ambiente está muito quente. Essa situação pode gerar desconforto e atrapalhar o sono.

Uma dica para dormir bem durante a temporada é apostar em tecidos frescos nas roupas de cama, como o algodão.