Conheça alternativa mais eficaz que a pílula do dia seguinte

Pouco conhecido, método contraceptivo de emergência tem taxa de sucesso superior a 99%

A maioria das mulheres que não toma pílula anticoncepcional acredita só ter uma alternativa ao transar sem camisinha: a pílula do dia seguinte, maneira popular de evitar uma gravidez indesejada, mas repleta de efeitos colaterais. O que muitas delas não sabem, no entanto, é que existem outros métodos contraceptivos emergenciais, como o dispositivo intrauterino (DIU).

A alternativa é indicada nos primeiros cinco dias após a relação sexual e tem taxa de sucesso superior a 99%. O índice é consideravelmente maior do que o da pílula, que registra eficácia de 88% nas primeiras 24h.

Outra vantagem do “DIU de emergência” é que ele tem efeito duradouro. O pequeno objeto, feito de plástico e cobre, impede a gravidez por até cinco anos.

Apesar de ser mais seguro e semipermanente, o dispositivo deve ser aplicado em consultório médico e pode custar centenas de reais. Já a pílula pode ser adquirida na farmácia por cerca de R$ 20.