Número de vegetarianos no Brasil sobe e chega a 29 milhões, diz Ibope

De acordo com a pesquisa, 14% da população segue uma dieta sem carne. Motivo seria a maior preocupação com saúde e sustentabilidade

Apesar dos tradicionais churrascos, bifes acebolados e feijoadas serem figurinha carimbada no prato do brasileiro, o amor pela carne parece estar com os dias contados. Segundo uma pesquisa do Ibope feita em parceria com a Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB), o número de pessoas adeptas ao vegetarianismo vem crescendo rapidamente.

O estudo, realizado em abril, revela que 14% da população se declara vegetariana – quase 30 milhões de pessoas. Nas regiões metropolitanas de São Paulo, Curitiba, Recife e Rio de Janeiro, esse número cresce para 16%, representando um aumento de 75% em relação a 2012, quando a pesquisa foi feita pela primeira vez. Foram entrevistadas pessoas maiores de 15 anos em 142 municípios de todo o Brasil.

O veganismo também tem se tornado popular. Mais da metade dos entrevistados estaria disposta a consumir produtos veganos se a indicação na embalagem fosse mais clara. Ao mesmo tempo, 60% dos participantes afirmam que, se o preço desse tipo de alimentos fosse o mesmo dos regulares, daria preferência à primeira opção.

Segundo a SVB, o aumento drástico no número de adeptos a uma dieta vegetariana ocorre devido à tendência mundial de busca por uma vida mais saudável e sustentável – até a Organização Mundial de Saúde (OMS) já se pronunciou sobre os riscos do consumo elevado de carne. “O vegetarianismo está deixando de ser escolha de uma parcela restrita da população para, rapidamente, ocupar posição central na mesa dos brasileiros”, afirma o presidente da SVB, Ricardo Laurino.