Primeiro museu de maquiagem do mundo será inaugurado em maio

Makeup Museum abre as portas em Nova York com a exposição Pink Jungle: A Maquiagem dos anos 50 na América

Divulgação

atualizado 10/02/2020 12:38

A dinâmica e efervescente Nova York vai inaugurar, em 2020, o primeiro museu de maquiagem do mundo. Ele abre as portas em maio, com a exposição Pink Jungle: A Maquiagem dos anos 50 na América, que vai explorar ícones e artefatos da década, além do impacto do segmento na história da sociedade.

O carro-chefe da mostra será uma instalação imersiva, também batizada de Pink Jungle, que reunirá, entre outros objetos, a coleção de produtos faciais de Erno Laszlo usada por Marilyn Monroe e Greta Garbo.

Para a diretora e co-fundadora do empreendimento, Doreen Bloch, o objetivo é dar à maquiagem o status de arte que ela merece. “O museu é uma instituição essencial para o cenário cultural de Nova York, porque a maquiagem tem uma história de 10 mil anos. Há tanta coisa que desejamos e precisamos explorar”, avaliou, em comunicado à imprensa.

0

“A década de 1950 é um período perfeito para dar início a exposição de estreia. Foi quando aconteceu o nascimento da indústria moderna de cosméticos”

Doreen Bloch, diretor e co-fundador do Makeup Museum

A expectativa dos fundadores é proporcionar aos visitantes informações desde os primórdios da maquiagem até movimentos como a K-Beauty coreana, que conquistou influenciadores digitais.

O local escolhido para sediar o museu é o Meatpacking District, zona comercial popular da metrópole. No local, há outro museu de sucesso, caso do Whitney Museum of American Art, e várias lojas de vestuário de luxo. Os ingressos para a atração custarão entre US$ 23 e US$ 45.

Últimas notícias