Conheça a melhor tonalidade e textura de iluminador para a sua pele

A maquiadora Clarissa Dias ensina a combinar as diversas opções do produto com tipos específicos de produção e derme

istockistock

atualizado 05/01/2019 17:10

Iluminadores são a cara do verão. Nem é preciso passar muita maquiagem: uma luz no lugar certo faz toda a diferença e pode dar o ar “saudável” que funciona tão bem na estação. Com a popularização do produto, entretanto, apareceram várias texturas diferentes e muitas tonalidades – cada uma delas pensada para uma situação e um tom de pele.

A maquiadora Clarissa Dias, da Clarissa Dias Makeup, explica que o produto evidencia as áreas onde aparece e pode até ser misturado na base para uma produção cheia de brilho. “São três texturas de destaque: em creme, de fácil aplicação, mas que não dura muito, principalmente em peles oleosas e em dias quentes; o líquido, que pode ser colocado em áreas específicas e espalhado com pincel ou os dedos, mas precisa ser selado com pó facial para não derreter; e o em pó, mais usado, que fixa muito bem e é aplicado quando a maquiagem já está pronta”, ensina.

Quanto às tonalidades, é preciso prestar atenção para não exagerar no iluminador e escolher o tom certo para cada pele. As mais branquinhas, por exemplo, devem procurar tons champanhe, perolados e de pêssego, que deixam a pele mais natural, sem marcar muito. Já as morenas e bronzeadas ficam bem em cores de fundo dourado e rosadas, para um ar de bronzeado natural. “Já as negras precisam tomar cuidado para não deixar a pele cinza. As melhores escolhas são dourados escuros, bronze e laranja”, conta a maquiadora.

Últimas notícias