*

Brasília não leva o nome de cidade-monumento à toa. São prédios e edificações que mais parecem obras de arte ao ar livre. Outra alcunha justa seria capital-jardim, graças às incríveis obras de Burle Marx (1909-1994) espalhadas pelos palácios e entrequadras.

O paisagista é um dos modernistas que ajudaram a construir a capital, ao lado de Lúcio Costa e Oscar Niemeyer. O responsável pelos jardins do Itamaraty, entre tantos outros, foi a inspiração de Nil de Sousa, do The Garden. O artista da cidade agora prepara voos maiores, com um escritório na cidade do Porto, em Portugal.

Jornalista e empresário, Nil sempre foi um apaixonado pelo paisagismo. Em 1998, então, ele decidiu largar as antigas profissões e mergulhou no mundo de transformar terrenos em lindos jardins. Naquele ano, fundou o New Garden, que ocupava terreno de 5.500 m² no Núcleo Bandeirante.

 

Vinícius Santa Rosa/Metrópoles

Nil de Sousa é um dos profissionais mais requisitados de Brasília

 

Seu primeiro desafio foi recuperar dois grandes projetos de Burle Marx, Os Jardins do Palácio do Jaburu e os do Palácio da Justiça. “Conheci ele [Marx] em um jantar na casa do paisagista Osvaldo Nery”, conta em entrevista ao Metrópoles.

Ao longo dos 30 anos de carreira como profissional, Nil acumula projetos de renome na capital e fora do Brasil. Em uma dessas aventuras internacionais, ele decidiu abrir o escritório na Europa.

“Fiz um projeto para um arquiteto português e vi a oportunidade. Vou para Porto abrir o negócio em junho e vou ficar indo e voltando. Aqui em Brasília quem vai assumir o posto é o Diego”, revela.

Trajetória
Nil de Sousa sempre teve contato com o paisagismo. Antes mesmo de abrir o primeiro escritório, de forma amadora, ajudava amigos em suas casas. Aos poucos, o envolvimento foi crescendo e ele decidiu fazer um curso na Universidade de Brasília (UnB), com duração de dois anos.

Depois de anos trabalhando no Núcleo Bandeirante, ele abriu o The Garden, ao lado do shopping Pier 21. Atualmente, a casa conta com uma equipe de arquitetos, para oferecer um trabalho mais completo.

Em média, Nil de Sousa faz 20 projetos por ano. Em todos, gosta de seguir seu estilo. “Gosto de jardins mais clean, mais limpos. Principalmente pela facilidade de manutenção, para durar mais, e sempre estar bonito. Acho bacana ter um belo gramado, uma escultura. Para o clima de Brasília, ter água é fundamental”, avalia.

Confira projetos de Nil de Sousa:

 

The Garden
No Setor de Clubes Sul, Conjunto 32/33 – Ao lado do Pier 21. (61) 98555-0672. De segunda a sexta, das 9h às 18h