Cinema

Crítica: a primazia do corpo em “Pendular” e “Inocentes”

A noite competitiva de ontem, domingo (17/9) do 50º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro apresentou a primazia dos corpos em películas que se destinam a discutir afetos e a sexualidade humana.  Em comum, o curta-metragem “Inocentes”, de Douglas Soares e o longa “Pendular”, de Júlia Murat desnudaram seus personagens para amplificar sentimentos de desejo […]

Últimas notícias