Acompanhe as últimas notícias sobre coronavírus

Acompanhe os acontecimentos relacionados à Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus, que recebeu o nome de Sars-Cov-2

Resumo:

Médicos de conselho do Ministério da Saúde ameaçam renúncia caso Queiroga não recue

Médicos que compõem a Câmara Técnica Assessora de Imunização Covid-19, instância de aconselhamento do Ministério da Saúde, ameaçaram renúncia coletiva caso a pasta não recue da decisão de suspender a vacinação de adolescentes de 12 a 17 anos. A informação é do O Globo. 

De acordo com a publicação, a possibilidade foi cogitada durante reunião virtual, na tarde desta sexta-feira (17/9). Especialistas e membros de sociedades e conselhos de medicina, além de representantes das secretarias estaduais e municipais de saúde que compõem a Câmara rechaçaram de forma unânime a decisão do ministro Marcelo Queiroga de suspender a vacinação.

Leia mais

Brasil bate recorde de aplicação da 2ª dose de vacina contra a Covid

Nesta sexta-feira (17/9), o país bateu recorde diário em aplicação de segundas doses da vacina. Foram 1.520.435, a maior marca desde o início da vacinação. Com isso, dados sobre a Campanha Nacional de Imunização mostram que 43,3% da população com 12 anos ou mais no país está totalmente imunizada contra a Covid-19. Ou seja, já receberam duas doses ou a vacina de dose única. O número corresponde a 79.314.211 dos quase 182 milhões de brasileiros nesta faixa etária, com o ciclo vacinal completo.

No total, 141.085.194 pessoas receberam ao menos uma dose, o que corresponde a 77,1% da população com 12 anos ou mais. Já a dose de reforço foi aplicada em 267.428 pessoas.

Leia mais

Vacina da Janssen: Anvisa pede inclusão de eventos adversos na bula

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) divulgou uma nota, nesta sexta-feira (17/9), na qual afirma que a que pediu a alteração da bula da vacina contra Covid-19 registrada pela empresa Janssen-Cilag Farmacêutica Ltda.

A solicitação, de acordo com a Anvisa foi feita, na última segunda-feira (13/9), e visa incluir eventos adversos que foram identificados durante o monitoramento de farmacovigilância do uso da vacina.

Leia mais

Morte de adolescente não foi causada por vacina, conclui investigação

São Paulo – A Secretaria Estadual da Saúde de São Paulo concluiu, nesta sexta-feira (17/9), que a morte do adolescente de 16 anos em São Bernardo do Campo não teve relação com a vacina contra a Covid-19. O jovem possuía doença autoimune e havia sido vacinado com o imunizante da Pfizer sete dias antes de seu falecimento.

De acordo com a secretaria, as análises técnicas indicam que não é o imunizante a causa provável do óbito e sim a doença identificada com base no quadro clínico e em exames complementares, denominada Púrpura Trombótica Trombocitopênica (PPT). A morte ocorreu em 2 de setembro.

Leia mais

Sem dados de RJ e SP, média de mortes por Covid no Brasil cai

A média móvel de mortes diárias provocadas pela Covid-19 no Brasil caiu para 532,4 nesta sexta-feira (17/9). Em comparação com a taxa verificada há duas semanas, houve retração de 14,4%, o que indica tendência de estabilidade na quantidade de mortes. Os números não incluem as informações de São Paulo e Rio de Janeiro, que não foram atualizados até a publicação da reportagem, o que distorce os resultados.

Nas últimas 24 horas, foram notificados 333 óbitos e 11.202 novos infectados em todo o país. Os dados constam no mais recente balanço divulgado pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass).

Leia mais

Datafolha: 57% dos brasileiros não confiam nas declarações de Bolsonaro

Pesquisa Datafolha, divulgada nesta sexta-feira (17/9), mostra que a maioria dos brasileiros desconfiam sempre das declarações dadas pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Segundo o levantamento do instituto, 57% dos entrevistados dizem que nunca confiam no que é dito pelo chefe do Executivo federal, ante 15% que afirmaram sempre confiar e 28% que responderam que às vezes confiam.

Leia mais

Efetividade das vacinas cai entre mais velhos, diz estudo da Fiocruz

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) divulgou nesta sexta-feira (17/9) os resultados de um novo estudo sobre a efetividade da vacinação no Brasil. Dados coletados entre 17/1 e 19/7 mostram respostas positivas na prevenção de mortes e hospitalizações, especialmente entre os adultos com 20 a 39 anos, mas indicam uma diminuição da efetividade com o avanço da idade.

Os pesquisadores analisaram mais de 66 milhões de registros para avaliar a efetividade da vacinação completa e parcial com os imunizantes da AstraZeneca, Coronavac e Pfizer. No caso da Pfizer, última vacina a ser incorporada no Plano Nacional de Vacinação, foi feita uma análise sobre os parcialmente imunizados.

Leia mais

Queiroga sobre críticas por parar vacinação de jovens: “Cortina de fumaça”

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou, nesta sexta-feira (17/9), que as críticas à decisão do governo de suspender a vacinação de adolescentes contra a Covid-19 são uma "cortina de fumaça desnecessária".

A declaração foi dada após o lançamento do Plano Nacional de Expansão da Testagem Para o novo Coronavírus, em Natal (RN).

Leia mais

Saturação: o que é, valores normais e o que fazer quando está baixa

A saturação de oxigênio é uma porcentagem que representa a quantidade do gás que está circulando no sangue. O valor é obtido comparando a quantidade de hemoglobina que está ligada ao oxigênio com a que não está. A hemoglobina é uma proteína presente nos glóbulos vermelhos que tem como principal função transportar o oxigênio dos pulmões para as várias partes do corpo.

O ideal é que a saturação de oxigênio esteja sempre o mais próximo possível de 100%, geralmente acima de 95%, pois isso indica que existe bastante oxigênio circulando. No entanto, pessoas que possuem algum tipo de problema respiratório crônico, como asma ou DPOC, podem apresentar valores inferiores (88-90%) normalmente.

Leia mais

Prefeitura do Rio libera estádio com até 50% de público a partir do dia 21

A prefeitura do Rio de Janeiro anunciou nesta sexta-feira (17/9) que vai permitir a presença de torcedores em estádios com até 50% da capacidade das arquibancadas a partir do dia 21 deste mês. Antes disso, no domingo (19/9), a secretaria municipal de Saúde liberou público para o jogo entre Vasco e Cruzeiro, em São Januário, pela Série B.

A liberação de 50% da capacidade de estádios e ginásios foi anunciada no Diário Oficial, no qual a prefeitura apresenta as regras que deverão ser seguidas para permitir a presença de torcedores nestes locais. O governo municipal exigirá do público o esquema de vacinação completo, incluindo a dose de reforço para pessoas de 60 anos ou mais.

Leia mais

Leonardo da Vinci suspende aulas presenciais em algumas turmas após casos de Covid

As aulas presenciais de algumas turmas dos ensinos fundamental e médio do Centro Educacional Leonardo da Vinci, na Asa Sul, foram suspensas após estudantes testarem positivo para a Covid-19, nos últimos dias. Segundo pais de alunos da unidade de ensino ouvidos pelo Metrópoles, nesta sexta-feira (17/9), pelo menos quatro casos foram confirmados em turmas distintas. Apesar dos diagnósticos, a unidade de ensino não emitiu comunicado aos pais, que ficaram sabendo das infecções por meio dos próprios filhos.

A suspensão vale apenas para turmas em que tiveram casos de alunos com resultado positivo para a doença. As aulas seguem de forma remota.

Leia mais

Manchester United e Juventus revelam prejuízo com pandemia de Covid-19

Dois dos mais tradicionais e ricos clubes do mundo, Manchester United e Juventus anunciaram nesta sexta-feira (17/9), com a revelação de seus balanços no período de 30 de junho de 2020 até 30 de junho de 2021, que tiveram prejuízo financeiro nos últimos 12 meses em consequência dos efeitos causados pela pandemia do novo coronavírus.

Na Inglaterra, o Manchester United teve um prejuízo financeiro líquido de 92,2 milhões de libras (R$ 668,3 milhões) devido ao impacto da pandemia da Covid-19. As receitas do clube caíram 2,9%, ficando em 494 milhões de libras (R$ 3,62 bilhões). A maior queda foi sentida nos ganhos com o chamado "Matchday" (dia de jogo), em que os ganhos despencaram 92%, já que quase todo o período foi de partidas com portões fechados.

Leia mais