Veja nove dicas para diminuir o apetite e afinar a cintura

Pequenas ações no dia a dia podem ajudar a controlar a fome repentina e dar uma mãozinha no processo de emagrecimento

atualizado 22/04/2019 17:27

Malte Mueller/GettyImages

O apetite é um dos principais vilões do processo de emagrecimento: de repente vem aquela fome inesperada ou o prato não parece ter a quantidade suficiente de comida. Mas é possível lidar com a situação a partir de uma série de atitudes no dia a dia.

Para diminuir o apetite é recomendado não pular refeições, ingerir alimentos ricos em fibras e beber bastante água. Alguns alimentos também ajudam no controle da fome, e ter uma boa noite de sono é importante para fabricar hormônios essenciais para o bom funcionamento do corpo.

Veja abaixo atitudes fáceis e práticas que ajudam a reduzir o apetite:

1. Se alimentar a cada 3h
Comer a cada três horas evita a fome por que o organismo fica sempre saciado, além de ajudar a diminuir a quantidade de alimentos ingeridos na próxima refeição. Quando se está com fome, a tendência é comer mais. Exemplos de boas escolhas para os lanches são frutas, bolachas sem recheio e pão com queijo ou manteiga.

2. Consumir muitas fibras
As fibras estão presentes principalmente em frutas, vegetais e alimentos integrais. Elas fazem com que o estômago fique mais cheio e prolongam a sensação de saciedade após as refeições. Estratégias para aumentar o consumo de fibras são optar pelo arroz, macarrão, pão e biscoitos integrais, usar sementes, como chia e linhaça em sucos ou iogurtes, ocupar pelo menos metade do prato com salada, especialmente vegetais e folhas cruas, e comer no mínimo três frutas por dia.

3. Comer antes de dormir
Fazer um pequeno lanche antes de dormir ajuda a prevenir a fome durante a noite. Uma boa opção para essa hora é chá de camomila ou cidreira com torradas integrais: o chá acalma e prepara o corpo para o sono e as torradas dão saciedade, evitando a fome noturna.

4. Investir nas gorduras boas
Muitas pessoas acabam evitando qualquer tipo de gordura, mas a falta da substância aumenta a sensação de fome. Assim, deve-se investir nas gorduras boas, presentes em carnes de peixes, azeite, abacate, amendoins e castanhas.

5. Beber água
Deve-se ingerir bastante água, uma vez que os sinais de desidratação do corpo são semelhantes aos da fome. Aumentar o consumo de água, chás ou sucos sem açúcar também melhora o funcionamento do corpo e a saúde da pele.

6. Dormir bem
É durante o sono que o corpo elimina toxinas e produz hormônios essenciais para o equilíbrio. Sem dormir, seu organismo vai acabar precisando de mais comida para produzir energia e suprir a necessidade de ficar alerta – por isso, é comum que quem tem insônia se levante no meio da noite para comer.

7. Alimentos que inibem o apetite
A pera, a pimenta, o feijão, o ovo, a canela e o chá verde possuem propriedades que acabam inibindo o apetite. Deve-se consumir diariamente esses alimentos, que ainda são ricos em nutrientes essenciais para o bom funcionamento do corpo.

8. Parar de tomar refrigerantes
Os refrigerantes são ricos em frutose, um tipo de açúcar que, quando consumido em excesso, provoca a redução do hormônio leptina, responsável pela sensação de saciedade. Assim, pessoas que consomem muitos refrigerantes acabam sentindo fome com mais frequência. Outra substância rica em frutose é o xarope de milho, encontrado em alimentos industrializados como mel, ketchup, bolos, brownies e biscoitos.

9. Tomar suplementos
Alguns suplementos podem auxiliar na diminuição do apetite, como a L-carnitina e a quitosana, que devem ser tomados de acordo com a orientação do médico ou do nutricionista. Além de evitar a fome, eles ajudam a queimar gordura.

(Com informações do portal Tua Saúde)

Mais lidas
Últimas notícias