Traqueostomia: como é o procedimento a que foi submetido Maguito Vilela

Candidato a prefeito de Goiânia que lidera as pesquisas apresenta quadro grave de Covid-19 e está internado em São Paulo

atualizado 24/11/2020 20:41

iStock

Líder das pesquisa para a prefeitura de Goiânia, o emedebista Maguito Vilela foi submetido a uma traqueostomia nesta terça-feira (24/11). Aos 71 anos, o ex-governador do estado de Goiás apresenta um quadro grave de Covid-19.

A traqueostomia é um procedimento invasivo realizado para facilitar a respiração de pacientes em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs). Geralmente, antes da traqueostomia, o paciente é colocado em anestesia geral, embora em alguns casos o médico também possa optar por anestesia local.

Um pequeno corte é feito na garganta para expor a traqueia e, em seguida, outro corte é realizado na cartilagem do órgão para permitir a passagem do tubo de traqueostomia. Por fim, máquinas são ligadas para ajudar nas trocas gasosas necessárias à respiração. O risco associado ao procedimento é, principalmente, o de uma infecção pulmonar.

No entanto, há pacientes que podem necessitar deste auxílio rotineiramente e são, inclusive, liberados para usar o aparelho em casa.

Maguito Vilela está internado no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, desde o dia 27/10. Antes disso, ainda no início da infecção pelo coronavírus, ele foi atendido por médicos do Hospital Órion, de Goiânia.

Últimas notícias