metropoles.com

Traqueostomia: como é o procedimento a que foi submetido Maguito Vilela

Candidato a prefeito de Goiânia que lidera as pesquisas apresenta quadro grave de Covid-19 e está internado em São Paulo

atualizado

Compartilhar notícia

iStock
traqueostomia
1 de 1 traqueostomia - Foto: iStock

Líder das pesquisa para a prefeitura de Goiânia, o emedebista Maguito Vilela foi submetido a uma traqueostomia nesta terça-feira (24/11). Aos 71 anos, o ex-governador do estado de Goiás apresenta um quadro grave de Covid-19.

A traqueostomia é um procedimento invasivo realizado para facilitar a respiração de pacientes em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs). Geralmente, antes da traqueostomia, o paciente é colocado em anestesia geral, embora em alguns casos o médico também possa optar por anestesia local.

Um pequeno corte é feito na garganta para expor a traqueia e, em seguida, outro corte é realizado na cartilagem do órgão para permitir a passagem do tubo de traqueostomia. Por fim, máquinas são ligadas para ajudar nas trocas gasosas necessárias à respiração. O risco associado ao procedimento é, principalmente, o de uma infecção pulmonar.

No entanto, há pacientes que podem necessitar deste auxílio rotineiramente e são, inclusive, liberados para usar o aparelho em casa.

Maguito Vilela está internado no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, desde o dia 27/10. Antes disso, ainda no início da infecção pelo coronavírus, ele foi atendido por médicos do Hospital Órion, de Goiânia.

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comSaúde

Você quer ficar por dentro das notícias de saúde mais importantes e receber notificações em tempo real?

Notificações