Sete atitudes que podem estar atrapalhando o seu emagrecimento

Não prestar atenção ao tempo de sono, pular refeições e ser sedentário são comportamentos que podem tornar impossível a perda de peso

Unsplash/DivulgaçãoUnsplash/Divulgação

atualizado 10/09/2019 9:10

Emagrecer é tarefa que exige organização, disciplina e estratégia. Algumas dietas podem não funcionar por causa de erros fáceis de corrigir, geralmente cometidos sem perceber, como ficar muito tempo sem comer ou dormir pouco. Lembre-se: para emagrecer de vez é importante reeducar a alimentação e reprogramar a mente. Não basta só fazer uma dieta por um certo período de tempo e depois voltar ao velhos hábitos. A rotina que garante uma vida saudável precisa ser adotada para sempre.

Veja a lista do que pode estar sabotando o seu processo de emagrecimento:

1. Ficar muito tempo sem comer
Passar mais de três horas sem comer pode diminuir os níveis de glicose no sangue, o que aumenta a fome e pode ocasionar escorregadas com alimentos muito calóricos.

2. Continuar tomando refrigerante diet
Apesar de ter menos calorias, os refrigerantes diet são indicados para diabéticos e não para dietas de emagrecimento. Os refrigerantes não têm nenhum nutriente e possuem adoçantes artificiais que dificultam a perda de peso, além de serem doces e aumentarem a sede.

3. Dormir muito ou dormir pouco
Dormir mais de 8 horas por noite diminui o metabolismo e afeta a grelina (conhecido como o “hormônio da fome”) e o cortisol (o “hormônio do estresse”) , isso faz com que o corpo tenha mais dificuldade para eliminar a gordura acumulada. Quando se está cansado, também é mais difícil seguir um plano de controle alimentar. O ideal é dormir de 7 a 8 horas por noite. Dormir pouco altera o metabolismo e provoca fome.

4. Falta de tempo para se exercitar
A solução é estabelecer rotinas para mexer o corpo, como, por exemplo, andar até o trabalho ou usar as escadas em vez do elevador.

5. Pensar somente no preço da comida
Muitas vezes salgadinhos e sanduíches são mais baratos que um prato saudável, mas, ao ponderar o que comer fora de casa, leve em consideração a quantidade de nutrientes e de gordura que o lanche possui. Faça escolhas melhores para a sua saúde.

6. Comer mesmo sem fome
Por mais delicioso que seja um alimento, é possível ter outras fontes de alegria que não envolvem a comida. Fazer exercícios ou estar com os amigos em atividades prazerosas liberam endorfinas na corrente sanguínea, proporcionando alegria e bem-estar sem acrescentar calorias. Além disso, também é importante retirar do cardápio alimentos que não dão sensação de saciedade.

7. Sair com os amigos somente para comer
Uma boa estratégia para se divertir com os amigos é, em vez de ir a um restaurante ou barzinho, onde normalmente não há petiscos saudáveis, ir andar de patins, de bicicleta, passear em um parque. Privilegie durante os horários livres atividades que impliquem em movimento. Participar em jogos de grupos, como futebol ou voleibal, também são boas opções.

(Com informações do portal Tua Saúde.)

Últimas notícias