Saiba mais sobre a hérnia de disco, mal que afeta a cantora Anitta

A hérnia de disco surge quando o disco intervertebral e o seu centro gelatinoso, que funcionam como espécie de amortecedor, saem do lugar

atualizado 07/02/2019 11:29

Reprodução/Instagram

Em agosto de 2018, Anitta afirmou sofrer com hérnia de disco por conta das coreografias complicadas e constantes. O problema surge quando o disco intervertebral e o seu centro gelatinoso, que funcionam como espécie de amortecedor da coluna, saem do local correto, causando a compressão de nervos da região. O tratamento é feito com remédios para aliviar a dor, fisioterapia ou, em alguns casos, cirurgia. A cantora, por exemplo, optou por viajar com uma fisioterapeuta para tratá-la durante a rotina de shows.

O principal sintoma de hérnia de disco é a dor na coluna que, geralmente, surge na região onde a hérnia está localizada: pode ser na coluna cervical, lombar ou torácica. Além disso, a dor pode seguir o trajeto dos nervos da região e irradiar para locais mais distantes, atingindo pernas ou braços.

Outros sintomas que podem surgir são formigamento, dormência, pontadas ou, nos casos mais graves, até diminuição da força ou incontinência urinária. No entanto, deve-se lembrar que nem sempre ela provoca sintomas fortes e pode se apresentar apenas como um leve incômodo.

Os sintomas da hérnia de disco variam de acordo com a sua localização, e os mais comuns são:

1. Sintomas de hérnia de disco cervical
Nestes casos, a dor está localizada na parte superior da coluna, mais especificamente no pescoço. A compressão do nervo pode fazer com que a dor irradie para o ombro ou braço. Outros sintomas incluem:

  • Dificuldade em realizar movimentos com o pescoço;
  • Sensação de dormência ou formigamento no ombro, no braço, cotovelo, mão ou dedos;
  • Diminuição da força em um dos braços.

Os sintomas da hérnia de disco podem ser diferentes de um indivíduo para o outro, pois depende da localização e intensidade de compressão. Esses sinais podem surgir subitamente, desaparecer espontaneamente e retornar em intervalos imprevisíveis. Mas podem também ser constantes e de longa duração.

2. Sintomas de hérnia de disco lombar
Quando este tipo de hérnia acontece, é comum o surgimento de uma dor intensa nas costas. Mas outros sintomas são:

  • Dor ao longo do trajeto do nervo ciático que vai da coluna vertebral à nádega, coxa, perna e até ao calcanhar;
  • Pode haver fraqueza nas pernas;
  • Dificuldade em levantar o pé, deixando o calcanhar no chão;
  • Alteração no funcionamento do intestino ou bexiga, por compressão de nervos.

A quantidade e intensidade dos sintomas dependem da localização e do comprometimento dos nervos. Geralmente, a perda de força indica grave alteração e deve ser rapidamente avaliada pelo ortopedista ou neurocirurgião.

3. Sintomas de hérnia de disco torácica
A hérnia de disco torácica é menos comum, ocorrendo em apenas 5% dos casos, mas quando surge pode provocar:

  • Dor na região central da coluna que irradia para as costelas;
  • Dor para respirar ou realizar movimentos com o tórax;
  • Dor ou alteração da sensibilidade na barriga, costas ou pernas;
  • Incontinência urinária.

Quando estes sintomas surgem  é recomendado procurar um ortopedista ou neurocirurgião para fazer uma avaliação e pedir exames de imagem como raio-X, ressonância magnética ou tomografia da coluna. Dependendo do resultado, o tratamento pode ser feito com fisioterapia ou cirurgia, de acordo com as necessidades de cada paciente.

Quem tem maior risco de hérnia discal
A principal causa para o desenvolvimento de uma hérnia discal é o desgaste progressivo dos discos intervertebrais que se encontram entre cada duas vértebras da coluna. Este problema é mais comum em pessoas com mais de 45 anos, devido ao processo de envelhecimento natural.

Além disso, as hérnias são mais frequentes em trabalhadores que precisam levantar objetos pesados frequentemente, como operários de obras. Pessoas que sofreram traumatismos na coluna, realizam esforços repetitivos sem orientação ou sofrem alguma inflamação ou infecção na coluna também têm maiores chances de desenvolver essa alteração.

Como prevenir a hérnia de disco
A maioria dos casos de hérnia de disco é causada pela predisposição genética, mas a sua formação também é influenciada por vários fatores. Sedentarismo e esforço físico inadequado, movimentos bruscos de forma incorreta ou levantar muito peso são alguns deles. Para evitar a formação de uma hérnia de disco, é importante:

  • Praticar atividades físicas regulares;
  • Fazer exercícios de alongamento e fortalecimento dos músculos do abdômen;
  • Manter a postura correta, principalmente, ao levantar objetos pesados. É aconselhado pegar objetos pesados dobrando as pernas, para distribuir o peso, impedindo que seja aplicado sobretudo na coluna vertebral;
  • Ter atenção a uma postura adequada ao dormir, ficar sentado ou de pé por muito tempo.

Com informações do portal Tua Saúde.

Últimas notícias