Querendo emagrecer? Veja 12 dicas para diminuir o consumo de doces

Algumas mudanças na alimentação podem ajudar o organismo a sentir menos falta do açúcar

atualizado 03/03/2021 20:27

BrigadeiroPixabay

No processo de emagrecimento, parar de comer doces é algo obrigatório. Cheios de calorias, os alimentos podem dificultar a perda de peso. Porém, não é tão simples assim largar o açúcar de um dia para o outro.

Algumas formas de parar ou diminuir a vontade de comer doce são aumentar o consumo de alimentos que dão maior sensação de saciedade, reduzem a fome, equilibram os níveis de açúcar no sangue ou estimulam a produção de serotonina, que é um hormônio relacionado com a sensação de bem-estar e prazer.

Além disso, também é recomendado aumentar o consumo de alimentos que melhoram a saúde da flora intestinal, como iogurte natural e probióticos.

Algumas dicas para parar de comer doces incluem:

1. Comer doces menos doces

Comer alimentos e bebidas menos açucarados é uma excelente dica para parar de comer doces definitivamente. Isto porque ao reduzir o consumo de sabores adocicados, o paladar fica mais adaptado e não se sente mais tanta falta deste tipo de comida.

2. Comer alimentos ricos em proteínas e gorduras boas

Os alimentos ricos em proteínas e gorduras boas, como carne magra, peixe, ovos, laticínios integrais, abacate, soja e nozes, aumentam a sensação de saciedade, reduzem a fome e ajudam a equilibrar os níveis de açúcar no sangue, o que contribui para diminuir a vontade de comer doces.

3. Comer iogurte natural diariamente

O iogurte natural não contém açúcar, aditivos ou corantes artificiais e é preparado a partir da fermentação do leite por bactérias boas que utilizam a lactose como fonte de energia. Quando a pessoa consome iogurte natural todos os dias, ocorre um aumento da quantidade de bactérias no intestino, formando uma flora cada vez mais saudável.

Isto é importante para quem deseja parar de comer doces porque o desequilíbrio da flora intestinal envia estímulos ao cérebro que aumentam o desejo por este tipo de alimento.

4. Evitar bebidas industrializadas

Algumas bebidas industrializadas como refrigerantes, energéticos, sucos e bebidas isotônicas contêm grande quantidade de açúcar: evitar consumi-las diminui muito a quantidade de açúcar ingerido por dia.

5. Comer a cada 3 horas

Comer a cada 3 horas e em menor quantidade ajuda a regular os níveis de açúcar no sangue e, por isso, reduz o desejo de comer doce. Além disso, quando o intervalo entre as refeições é grande, ocorre uma falta de energia no corpo fazendo com que o cérebro aumente a fome e a vontade de ingerir açúcar para repor as energias.

6. Comer alimentos integrais

Os alimentos integrais são ricos em fibras que ajudam a aumentar a saciedade e a equilibrar os níveis de glicose no sangue, pois permitem que o açúcar seja absorvido mais lentamente pelo intestino.

7. Reduzir o consumo carboidratos simples

Os carboidratos simples, como pão branco, biscoitos recheados, macarrão, refrigerantes, bolos e salgados, fazem com que os níveis de glicose no sangue aumentem e diminuam rapidamente. Neste processo, o cérebro entende que é preciso aumentar os níveis de glicose no sangue e estimula o apetite e a vontade de comer ainda mais doce.

Além disso, esses carboidratos simples causam um desequilíbrio na flora intestinal, o que pode aumentar o desejo por doces.

8. Comer biomassa de banana verde

A biomassa de banana verde é um alimento rico em amido resistente, um tipo de fibra que serve de alimento para as bactérias intestinais boas. Além disso, as fibras aumentam a sensação de saciedade e reduzem a fome.

9. Comer aveia

A aveia é rica em fibras, como a betaglucana, que aumentam a sensação de saciedade, controlam a fome, diminuem a absorção de gorduras e evitam picos acentuados nos níveis de açúcar no sangue, pois permitem uma absorção mais lenta dos alimentos. A aveia também tem inulina, um outro tipo de fibra que estimula a reprodução de bactérias intestinais boas, essenciais para equilibrar a flora intestinal e reduzir a vontade de comer doces, além de trazer benefícios como a redução de colesterol e triglicerídeos e o aumento da absorção de minerais no intestino.

10. Comer sementes e castanhas

As sementes como chia, linhaça, gergelim e semente de girassol são ricas em magnésio, um mineral que estimula a produção de serotonina, o hormônio responsável pela sensação de bem estar e melhora do humor, ajudando a diminuir o desejo por doces. Já as castanhas e outras oleaginosas, como amêndoas, avelãs e nozes, além de serem ricas em magnésio, também possuem zinco, selênio e ômega-3, nutrientes essenciais para reduzir o estresse e a ansiedade.

11. Comer mais frutas

As frutas são ricas em fibras que aumentam a saciedade e diminuem a absorção de açúcar pelo intestino, o que ajuda a equilibrar a glicemia e reduzir a fome.

12. Tomar probióticos em cápsulas

Os probióticos são bactérias boas para o intestino e, além de alimentos naturais como iogurte, kefir e kombucha, podem também ser encontrados na forma de cápsulas ou pó, podendo ser utilizados como suplementos na dieta.

As bactérias do probiótico constroem uma flora intestinal saudável, o que ajuda a regular os estímulos enviados ao cérebro para comer mais açúcar e, por isso, ajudam a diminuir a vontade de comer doces. (Com informações do portal Tua Saúde)

Últimas notícias