Precisa de razões? Veja os benefícios do chocolate para a saúde

As versões amargas e meio amargas são ricas em antioxidantes e podem ajudar a melhorar a circulação sanguínea

atualizado 16/04/2019 22:20

A Páscoa está chegando e, se você precisa de (mais) motivos para apostar no chocolate, saiba que o alimento não é de todo mau: basta escolher a variedade correta e não exagerar nas quantidades. Um dos benefícios do doce é fornecer energia ao organismo por ser rico em calorias, mas existem diferentes tipos, com composições diversas e, por isso, os benefícios para a saúde também são distintos.

Trinta gramas de chocolate têm em média 120 calorias. Para que essas calorias não se tornem gorduras acumuladas, o ideal é comer no café da manhã ou, no máximo, como sobremesa após o almoço – dessa forma, as calorias serão gastas durante o dia. À noite, quando o corpo fica em repouso, a energia extra provavelmente será depositada como gordura.

Oito benefícios do chocolate amargo e meio amargo
As melhores variedades, quando se fala sobre saúde, são os amargos e meio amargos. Os dois tipos têm benefícios como melhorar a circulação sanguínea e prevenir o câncer, devido à sua riqueza em antioxidantes. Outras boas razões para optar pelos chocolates com menos doce são:

  1. Fazem bem ao coração, porque promovem um fluxo adequado de sangue devido aos potentes antioxidantes do grupo dos flavonoides;
  2. Estimulam o sistema nervoso central e os músculos cardíacos, pois possuem teobromina, uma substância com ação semelhante à cafeína;
  3. Dão sensação de bem-estar, pois ajudam a liberar o hormônio serotonina;
  4. Diminuem a pressão arterial e melhoram a circulação sanguínea, já que produzem óxido nítrico, um gás que permite relaxar as artérias;
  5. Aumentam o colesterol bom (HDL) e diminuem o colesterol ruim (LDL), além de evitarem a formação de placas de aterosclerose, devido ao seu efeito antioxidante e cardioprotetor;
  6. Melhoram a função cerebral por aumentarem o fluxo de sangue para o cérebro, devido às substâncias estimulantes, como a cafeína e a teobromina, que também previnem o Alzheimer;
  7. Protegem a pele do sol graças aos seus compostos bioativos, como os flavonoides, que a defendem contra os danos da radiação UV;
  8. Diminuem a fome, sendo uma ótima opção para quem está querendo emagrecer, desde que consumidos com moderação.

Para ter todos os benefícios, basta comer um quadradinho de cerca de 6 g por dia.

Os tipos de chocolate

  • Chocolate branco: não tem cacau e contém mais açúcar e gordura.
  • Chocolate ao leite: é o mais comum e tem alguma quantidade de cacau, leite e açúcar.
  • Chocolate ruby ou rosa: é um novo tipo de chocolate, que contém 47,3% de cacau, leite e açúcar. Sua coloração rosa é natural, pois é feita a partir do grão de cacau-rubi, e ele não possui aromatizantes nem corantes. Além disso, tem sabor característico de frutas vermelhas.
  • Chocolate meio amargo: é o que tem de 40% a 55% de cacau, pouca quantidade de manteiga de cacau e açúcar.
  • Chocolate negro ou amargo: é o que tem mais cacau, de 60% a 85%, e menos açúcar e gordura.

Quanto mais cacau o chocolate possuir, mais benefícios para a saúde. (Com informações do portal Tua Saúde)

Últimas notícias