Pasta de Direitos Humanos fará transmissões ao vivo sobre doenças raras

Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos realizará lives para discutir desafios das pessoas portadoras de doenças raras

atualizado 02/02/2021 18:58

Em homenagem ao dia mundial das Doenças Raras, lembrado em 28/2, o Ministério da Mulher, da Família, e dos Direitos Humanos (MMFDH) fará uma série de transmissões online para discutir a situação dos pacientes portadores das condições. As lives serão transmitidas sempre às quartas-feiras, às 15h, pelas redes sociais da pasta.

As doenças raras são aquelas que ocorrem em baixa frequência na população, cerca de 65 pessoas a cada 100.000 indivíduos. Alguns dos temas tratados serão os avanços e desafios dos raros, como são chamados os portadores, políticas públicas, vulnerabilidade e invisibilidade, direitos humanos e a situação das doenças raras no Brasil e no mundo.

“Estamos olhando com muito carinho para os raros e com essas transmissões queremos que todos ganhem consciência a respeito deles. Que eles saiam da invisibilidade. São pessoas iguais a todos. Que, com suas particularidades, vivem em sociedade e merecem muito nossa atenção”, explica Priscilla Gaspar, titular da Secretaria Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência.

Últimas notícias