Parece saudável, mas não é: fuja de armadilhas na alimentação

Nem sempre aquilo que tem escrito light no rótulo faz para a sua saúde. Entre as diversas opções no mercado, escolha as melhores

DivulgaçãoDivulgação

atualizado 23/05/2019 14:26

Quando falamos de alimentação saudável, tem alguns itens que são rapidamente excluídos dessa categoria, como é o caso dos refrigerantes e das diferentes variedades de junk food. No entanto, há alguns alimentos que conseguem enganar bem a maioria das pessoas, especialmente os industrializados que trazem no rótulo a inscrição light – estes são armadilhas prontas.

A dica é entender como são feitos esses alimentos e optar preferencialmente por alimentos in natura, ou seja, minimamente processados, como frutas, legumes e grãos. Os processados são feitos a partir dos in natura, mas têm adição de ingredientes como sal, açúcar ou azeite, por exemplo. Por fim, há os ultraprocessados, que contêm aditivos químicos.

Confira abaixo trocas alimentares que parecem escolhas saudáveis, mas não são.

Queijo mussarela por queijo UHT processado
A mussarela muitas vezes é confundida com uma opção menos saudável e mais calórica porque está sempre na maioria dos sanduíches e pizzas. No entanto, ela é feita de leite pasteurizado, fermento lácteo, sal, cloreto de sódio e conservante. Pode não ser a melhor entre todas as opções disponíveis de queijo, mas é a melhor entre os processados. Esses têm como matéria prima o próprio queijo somado a água, leite em pó, sal, além de estabilizantes e acidulantes para aumentar o tempo de validade.

O mesmo ocorre com os iogurtes. Prefira sempre os naturais, porque eles terão no máximo quatro ingredientes. Já a composição do iogurte com sabor costuma levar xarope de açúcar e outros conservantes.

Pão francês por pão integral em forma
Muitas vezes estamos tão fixados na quantidade de calorias que esquecemos dos outros ingredientes que compõe um alimento. Normalmente, o pão francês leva água, farinha de trigo, sal, fermento biológico e açúcar. Já as opções “saudáveis”do mercado podem chegar a mais de dez ingredientes, incluindo gordura vegetal hidrogenada e conservantes químicos.

Ovo ou atum por peito de peru
O peito de peru é uma das maiores controvérsias no tema alimentação saudável. Muita gente come acreditando se tratar de um alimento pouco calórico, principalmente em dietas de perda de peso e ganho de massa muscular. No entanto, o peito de peru é composto por mais de 10 ingredientes, sendo os piores o realçador de sabor glutamato monossódico, além de corantes e espessantes. Em busca de alguma coisa saudável para o café da manhã? Opte por proteínas como queijo, atum e ovo.

(Com informações do portal Tua Saúde)

Últimas notícias