O que é o carvão vegetal ativado, que promete até evitar ressaca

Substância propicia benefícios à saúde como diminuição de gases intestinais e dores abdominais

iStock

atualizado 19/02/2020 19:51

O carvão vegetal ativado é obtido a partir da queima controlada (com baixo teor de oxigênio) de algumas variedades de madeiras. A substância é vendida em forma de cápsulas ou comprimidos e atua absorvendo toxinas e químicos que estão no corpo. Isso traz benefícios como a diminuição de gases intestinais e dores abdominais e o branqueamento dos dentes. O produto também serve para o tratamento de intoxicações e até a prevenção dos sintomas da ressaca.

No entanto, o uso do carvão ativado pode impedir que o intestino absorva vitaminas, minerais e medicamentos, por isso a recomendação é consultar um médico de confiança antes de adotá-lo na rotina.

Veja alguns dos poderes do carvão vegetal ativado:

1. Elimina os gases
O carvão vegetal ativado tem a capacidade de absorver os gases intestinais, reduzindo o inchaço, a dor e o desconforto intestinal.

2. Trata intoxicações
Como o carvão ativado tem um grande poder de absorção, ele pode ser usado em situações de emergência provocadas pela intoxicação com produtos químicos ou alimentos, por exemplo.

3. Remove impurezas da água
Algumas impurezas da água podem ser removidas com carvão vegetal ativado, como pesticidas, vestígios de lixo industrial e produtos químicos, sendo, por isso, muito usado em sistemas de filtração de água.

4. Clareia os dentes
O carvão vegetal ativado ajuda a branquear os dentes manchados pelo café, chá ou fumo de tabaco. Ele pode ser utilizado 2 a 3 vezes por semana, durante a escovação dos dentes: já existem pastas de dentes à venda em farmácias que têm carvão ativado na composição.

5. Ajuda a prevenir a ressaca
O carvão vegetal ativado impede a absorção de químicos que compõem as bebidas alcoólicas, como adoçantes artificiais, sulfitos e outras toxinas, por isso, ajuda a reduzir os sintomas da ressaca.

Além disso, também pode ser usado em casos de enterite, colite e enterocolite e aerofagias. No entanto, ele não é capaz de absorver álcool, derivados do petróleo, potássio, ferro, lítio e outros metais.

Como tomar
Vendido na forma de cápsulas, o carvão vegetal ativado pode ser ingerido de três a quatro vezes por dia, sendo a dose máxima diária de seis comprimidos para adultos e três comprimidos para crianças.

Para a prevenção da ressaca, a dose recomendada é de 1 g de carvão vegetal ativado antes do consumo de bebidas alcoólicas e 1 g após o consumo.

Os comprimidos não devem ser misturados com soro fisiológico, mas podem ser tomados com água ou suco de fruta.

Principais efeitos colaterais
Os principais efeitos colaterais do carvão vegetal ativado incluem escurecimento das fezes, vômitos, diarreia e prisão de ventre, quando consumido em excesso. O uso prolongado pode reduzir a absorção intestinal de medicamentos usados ao mesmo tempo, por isso, se for preciso tomar algum medicamento, ele deve ser ingerido no mínimo três horas antes de tomar o carvão vegetal ativado.

Quando não tomar
O carvão vegetal ativado é contraindicado para crianças com menos de 2 anos, em pacientes com hipersensibilidade aos componentes da fórmula, em caso de obstrução intestinal, problemas gastrointestinais ou em pacientes que ingeriram substâncias corrosivas cáusticas ou hidrocarbonetos. Também não é indicado para pessoas que realizaram cirurgia no intestino recentemente ou quando há diminuição acentuada do trânsito intestinal.

A ingestão de carvão vegetal ativado na gravidez ou durante a amamentação só deve ser feita sob orientação médica. (Com informações do portal Tua Saúde)

Últimas notícias