Nada de carne: descubra vegetais e grãos ricos em proteínas

Além de emagrecer, as proteínas magras favorecem o crescimento dos músculos e previnem doenças como aterosclerose e colesterol alto

atualizado 23/05/2019 17:53

Milada Vigerova/Unsplash

As proteínas são muito importantes para o processo de emagrecimento. Os macronutrientes são os responsáveis por ajudar o crescimento muscular, diminuir a gordura e controlar o colesterol, além de prevenir doenças como a aterosclerose. Apesar de a maior parte dos alimentos ricos em proteínas ser de origem animal como carne, peixe, ovo, leite, queijo e iogurte, também é possível encontrar o nutriente em alimentos vegetarianos.

Vegetais como ervilha, feijão e soja também possuem boas quantidades de proteína e podem ser utilizados em uma dieta equilibrada para manter o bom funcionamento do corpo. Os nutrientes fornecem quantidades adequadas de aminoácidos para manter a formação de músculos, células e hormônios no corpo. Veja alguns exemplos:

AlimentosProteína vegetal por 100 gEnergia por 100 g
Soja12,5 g140 calorias
Quinoa12,0 g335 calorias
Trigo sarraceno11,0 g366 calorias
Millhete11,8 g360 calorias
Lentilhas9,1 g108 calorias
Tofu8,5 g76 calorias
Feijão6,6 g91 calorias
Ervilhas6,2 g63 calorias
Arroz cozido2,5 g127 calorias
Grão de bico21,2 g355 calorias
Sementes de linhaça14,1 g495 calorias
Sementes de gergelim21,2 g584 calorias

Os alimentos ricos em proteínas vegetais precisam ser combinados para que a união dos aminoácidos forme proteínas de boa qualidade, como nos exemplos a seguir:

  • Arroz e o feijão (qualquer tipo);
  • Ervilhas e milhete;
  • Lentilhas e trigo sarraceno;
  • Quinoa e milho;
  • Arroz integral e ervilhas vermelhas.

A combinação desses alimentos e a variedade na dieta são importantes para manter o bom funcionamento do organismo de pessoas vegetarianas. Além disso, os ovolactovegetarianos também podem incluir na dieta proteínas do ovo e do leite e seus derivados.

Dieta da proteína ou hiperproteica
Na dieta hiperproteica deve-se comer 1,5 gramas de proteína por quilo de peso corporal por dia. Esta é uma boa estratégia para aumentar a massa muscular e definir o corpo, especialmente quando acompanhada de exercícios para hipertrofia muscular.

(Com informações do portal Tua Saúde)

Últimas notícias