Japonesa é infectada com cepa britânica em possível transmissão comunitária

Garota de 10 anos não esteve no Reino Unido e nem teve contato com pessoas que vieram do país recentemente. Caso preocupa o governo do Japão

atualizado 22/01/2021 12:54

coronavírus covid sars-cov-2 vírus 2Getty Images

No Japão, uma menina de 10 anos foi diagnosticada com a nova variante britânica do coronavírus. Ela não esteve no Reino Unido e nem teve contato com qualquer pessoa que foi para o país.

Segundo as autoridades locais, o caso pode mostrar que já há transmissão comunitária da nova cepa no país.

A variante britânica não é mais fatal ou desencadeia uma forma mais grave da doença, mas é mais transmissível do que as primeiras versões do coronavírus. Suas características são responsáveis pela alta no número de casos em vários países, o que acaba pressionando o sistema de saúde local. A mutação acontece na proteína spike, usada pelo vírus para invadir as células e se reproduzir.

0

Mais lidas
Últimas notícias