Homem volta para casa depois de 306 dias internado com Covid-19

Aposentado de 74 anos foi intubado, teve danos neurológicos graves causados pelo coronavírus e precisou de reabilitação para ser liberado

atualizado 27/01/2021 15:49

homem em cadeira de rodas conhecendo cachorroReprodução/Twitter

Após passar 306 dias internado por conta das consequências da Covid-19, o aposentado britânico Geoffrey Woolf, 74 anos, finalmente recebeu alta e pôde voltar para casa. Hospitalizado em março de 2020 após desmaiar em casa, o homem foi diagnosticado com a infecção provocada pelo novo coronavírus, precisou ser intubado e colocado em coma induzido.

Em abril, a família foi chamada para se despedir de Woolf: os exames não detectavam mais qualquer atividade cerebral. Porém, os filhos insistiram que os médicos fizessem um último exame, que detectou uma baixa atividade no cérebro. Em julho, o aposentado acordou.

O período em coma e um derrame cerebral o deixaram paralisado de um lado e com dificuldades para falar. Depois de 127 dias internado, ele foi transferido para outro hospital especializado na recuperação de pacientes com danos cerebrais — no caso de Woolf, causados pelo coronavírus.

Nesta quarta (27/1), o homem recebeu alta e voltou para casa. Bem humorado, pediu para comer carne com batatas, conheceu o novo cachorro e fez piadas com a família. Apesar de recuperado, o aposentado precisará de uma cadeira de rodas para se locomover.

0

Últimas notícias