Gripe H3N2: o que é, sintomas, transmissão e tratamento

Subtipo do vírus Influenza A, o vírus H3N2 provoca os típicos sintomas de gripe, como dor de cabeça, febre e congestão nasal

atualizado 10/12/2021 17:05

Saiba mais sobre a gripe causada pela H3N2Getty Images

Subespécie do vírus Influenza A, os casos de gripe H3N2 têm aumentado no Brasil nos últimos meses. Alguns estados, como a Bahia e o Rio de Janeiro, já emitirem alertas epidemiológicos sobre a situação.

A alta na incidência do vírus está associada à maior circulação de pessoas e ao relaxamento em relação as medidas de proteção adotadas durante a pandemia de Covid-19. Em entrevista recente, o infectologista Alberto Chebabo, do grupo Dasa, afirmou que o vírus só circulou com tamanha intensidade no Brasil no inverno de 2019. “As pessoas voltaram às suas vidas quase que na normalidade e isso faz com que se tenha uma exposição maior ao H3N2. Associado a isso, a gente tem uma baixa adesão às vacinas”, afirmou o médico, durante encontro virtual com jornalistas.

Assim como o subtipo H1N1 da Influenza, o H3N2 provoca os típicos sintomas de gripe, como dor de cabeça, febre e congestão nasal. Por isso, é importante que a pessoa repouse e beba bastante líquido para eliminar o vírus do organismo. Remédios como paracetamol e ibuprofeno podem ser usados para aliviar os sintomas.

Principais sintomas
  • Febre alta, acima dos 38ºC;
  • Dor de garganta;
  • Dor de cabeça;
  • Espirros;
  • Tosse;
  • Coriza;
  • Calafrios;
  • Cansaço excessivo;
  • Náuseas e vômitos;
  • Diarreia, sendo mais frequente de acontecer em crianças;
  • Moleza.
Como ocorre a transmissão

A transmissão do vírus H3N2 acontece por meio de gotículas que ficam suspensas no ar quando a pessoa gripada tosse, fala ou espirra. O contágio também poder acontecer por meio do contato direto com pessoas infectadas.

A recomendação é evitar a permanência por muito tempo em ambiente fechado com muitas pessoas, não levar as mãos aos olhos e à boca antes de lavá-la, além de manter distância de uma pessoa gripada.

Outra maneira de combater a transmissão é por meio da vacina disponibilizada pelo governo. O imunizante protege contra os vírus H1N1, H3N2 e Influenza B.

É importante que se tome a vacina todos os anos, principalmente as crianças e os idosos, já que as infecções mais graves costumam ocorrer nesse grupo. A dose anual é recomendada porque os vírus podem sofrer pequenas mutações ao longo do ano, tornando-se resistentes às vacinas anteriores.

Os vírus H2N3 e H3N2 são iguais?

Embora sejam subtipos do vírus Influenza A, os vírus H2N3 e H3N2 não são iguais. Enquanto o vírus H3N2 está restrita às pessoas, o H2N3 está restrito aos animais, não tendo sido relatado casos de infecção por esse vírus em pessoas.

Como é feito o tratamento

O tratamento para a gripe causada pelo H3N2 é feito de maneira semelhante ao outros tipos de gripe, sendo recomendado repouso, ingestão de líquidos e alimentação leve para favorecer a eliminação mais do vírus.

Além disso, pode ser recomendado pelo médico o uso de remédios antivirais para diminuir a taxa de multiplicação do vírus e o risco de transmissão, além de remédios para aliviar os sintomas, como paracetamol ou ibuprofeno. (Com informações do portal Tua Saúde)

Mais lidas
Últimas notícias