Ginecologista alerta: não é saudável colocar alho na vagina

Especialista norte-americana veio a público desaconselhar solução caseira para combater infecções causadas por fungos

team voyas/Unsplashteam voyas/Unsplash

atualizado 25/04/2019 13:44

A ginecologista Jennifer Gunter, autora da Bíblia da Vagina e colunista do jornal americano The New York Times, fez uma thread no Twitter para desmentir mais uma das muitas fake news que circulam por aí relacionadas à saúde. A médica explicou que não é saudável colocar dentes de alho na vagina para curar infecções fúngicas.

A especialista afirmou que, embora o alho tenha reconhecidas qualidades anti-fúngicas, a solução caseira é, na verdade, perigosa. De acordo com a especialista, o alho pode ter bactérias do solo maléficas para o corpo e, se há uma infecção por fungos na vagina, inserir um dente de alho no local pode, na verdade, piorar a situação.

Além disso, Jennifer acrescenta que, a ação fúngica só poderia ser alcançada se o alho estivesse amassado, o que provocaria bastante dor nas que se arriscassem a tentar. “De 50% a 70% das mulheres que se tratam para fungos vaginais na verdade nunca teve uma infecção por fungos para começo de conversa. A irritação que elas experimentam pode ser algo temporário e a solução não passa pelo uso de alho”, ensina a profissional.

Pepinos, iogurte também estão proibidos. A lista do que está liberado, segundo a ginecologista, são brinquedos sexuais, pênis do parceiro, língua, dedos, absorventes, copinho coletor, lubrificante, camisinha e medicamentos. Nada de comida.

Últimas notícias