Distribuição de vacina contra Covid-19 começará no início de 2021 pelo SUS

Ao menos 100 milhões de doses da vacina serão produzidas inicialmente a partir de insumos importados, segundo Ministério da Saúde

atualizado 01/09/2020 13:02

Primeiro dia de testes da vacina covid-19 sendo aplicada na hubFrancisco Willian Saldanha/Ascom Hub

O ministro interino da Saúde, Eduardo Pazuello, e a presidente da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), Nísia Trindade Lima, se reuniram no Rio de Janeiro para discutir o produção da vacina contra a Covid-19 no Brasil. De acordo com a pasta, as primeiras doses devem ser distribuídas no início de 2021 pelo Programa Nacional de Imunização (PNI), do Sistema Único de Saúde (SUS).

A Fiocruz coordena os testes de fase 3 da candidata à vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford, em parceria com a farmacêutica AstraZeneca, um dos métodos de imunização mais promissores do mundo.

“Estamos correndo para acelerar esse processo e disponibilizar o mais rápido possível a vacina que irá imunizar os brasileiros contra a Covid-19″, afirmou Pazuello, em reunião realizada nessa segunda-feira (31/8).

A expectativa é de que 100 milhões de doses sejam produzidas inicialmente a partir de insumos importados e a produção integral da vacina comece em abril de 2021, na unidade técnico-cientifica Bio-Manguinhos.

“Estamos conversando com a Anvisa e parceiros tecnológicos com o intuito de reduzir os prazos de produção, registro e distribuição da vacina”, disse a presidente da Fiocruz.

A parceria entre a Fiocruz e a AstraZeneca prevê a assinatura de um acordo de encomenda tecnológica, na primeira semana de setembro, e o desenvolvimento de uma plataforma para outras vacinas, como a da malária.

0

 

Últimas notícias