Detox! Conheça oito alimentos para eliminar gordura e toxinas do fígado

Alguns chás, frutas e oleaginosas podem auxiliar o funcionamento do órgão e diminuir a inflamação do organismo

atualizado 09/11/2020 21:15

fígadoKateryna Kon/Science Photo Library/ GettyImages

Fazer uma alimentação saudável e variada, baseada em produtos naturais e sem industrializados ou bebidas alcoólicas é a melhor forma de prevenir problemas no fígado e excesso de gordura abdominal.

Alguns alimentos desintoxicantes, entretanto, ajudam o organismo a eliminar gorduras e toxinas do fígado, substâncias responsáveis por aumentar a inflamação e causar doenças.

Além de ter uma alimentação saudável e balanceada, é indicado tentar inclui-los na dieta pelo menos 3 vezes por semana para ajudar o organismo. Veja a seguir alguns alimentos que auxiliam no funcionamento do órgão:

1. Limão

A fruta contém elevadas quantidades de vitaminas e polifenóis que proporcionam diversos benefícios para a saúde devido à sua ação anticancerígena, anti-inflamatória, diurética, antisséptica, antimicrobiana e protetora cardiovascular, além de ser depurativa do sangue e do fígado.

O limão pode ser consumido na forma de limonada ou acrescentado às refeições e saladas.

2. Brócolis

Alguns estudos demonstram que o consumo de brócolis pode ajudar a prevenir o câncer de fígado em pessoas que não consomem bebidas alcoólicas. Além disso, pode ajudar a prevenir o excesso de gordura no órgão e reduzir os níveis de colesterol no sangue.

O brócolis também pode ajuda a combater osteoporose, diabetes, hipertensão, melhora o sistema imunológico, protege os olhos e atua como protetor gástrico, já que é rico em cálcio, vitamina C, vitamina A, ferro, ácido fólico e antioxidantes. Também possui fibras que diminuem a absorção das gorduras e de colesterol e regula o açúcar no sangue.

3. Chá verde

A bebida é rica em antioxidantes que atuam sobre a gordura acumulada, ajudando a aumentar o colesterol bom. Além disso, os antioxidantes previnem danos celulares que podem dar origem ao câncer, não só de fígado, mas de qualquer parte do organismo.

Além disso, o chá verde protege o coração e o cérebro, é antidiabético e promove a saúde dos vasos sanguíneos. É recomendado que se tome pelo menos 4 xícaras da bebida por dia para obter todos os benefícios.

Também existem cápsulas de chá verde — no entanto, não devem ser consumidas por pessoas que já possuem problemas no fígado.

4. Café

O consumo regular de café traz benefícios para o fígado, reduzindo a inflamação e o risco de cirrose e câncer. Esses efeitos parecem ser devido a uma menor deposição de gordura no órgão, ao aumento do colesterol bom e da adiponectina.

A adiponectina é um hormônio que participa do metabolismo das gorduras e açúcares, favorecendo a oxidação das gorduras e diminuindo a resistência à insulina.

A recomendação de cafeína para adultos saudáveis é de 400 mg/dia, o que representa 2 a 3 xícaras de café sem açúcar.

5. Oleaginosas

Os frutos secos, como amêndoas, nozes, castanha, amendoim, castanha do Pará e avelã, assim como as sementes de chia, girassol, linhaça, abóbora e gergelim, são ricos em ômega-3, vitamina E e do complexo B e minerais.

Os frutos secos também possuem fibras que diminuem a absorção de gordura no intestino e favorecem o aumento do colesterol bom HDL, protegendo o fígado e evitando o acúmulo de gordura no órgão.

Como as oleaginosas são calóricas, é recomendado consumi-las em pequenas quantidades para obter os seus benefícios. A ingestão pode ser feita nos lanches, com o iogurte ou frutas, ou adicionado-as a saladas ou bolos.

6. Chá de boldo

A bebida possui ação protetora sobre as células hepáticas, pois contém uma substância chamada boldina, que estimula a produção e expulsão da bile — a ação favorece a absorção das gorduras no intestino e diminui o colesterol.

Além disso, o boldo possui propriedades estimulantes e tônicas que ativam a secreção de saliva e do suco gástrico, sendo utilizado nos casos de dispepsia, gases intestinais e prisão de ventre. Para preparar o chá, deve-se utilizar 2 gramas de folhas por cada xícara de água, podendo beber várias vezes ao dia.

7. Suco de beterraba

O suco de beterraba é rico em antioxidantes chamados carotenoides e flavonoides, que ajudam a reduzir a inflamação e melhorar a produção de enzimas hepáticas. Além disso, o suco de beterraba colabora com a circulação sanguínea, controlando a pressão arterial e prevenindo doenças cardíacas.

8. Azeite de oliva

O azeite de oliva extravirgem é rico em gorduras boas e antioxidantes que trazem diversos benefícios para a saúde do fígado, como controlar sua produção enzimática e reduzir a deposição de gorduras nele. Além disso, ele ajuda no controle de colesterol, que é produzido e distribuído a partir do fígado, melhorando também a circulação sanguínea nesse órgão. (Com informações do portal Tua Saúde)

Últimas notícias