Covid: AstraZeneca pede autorização de uso para remédio preventivo

Farmacêutica pretende comercializar coquetel de anticorpos para pessoas que têm maior risco de apresentar casos graves de Covid-19

atualizado 05/10/2021 10:48

Myke Sena/Esp. Metrópoles

A farmacêutica AstraZeneca solicitou, nesta terça-feira (05/10), à Food and Drug Administration (FDA), agência reguladora dos EUA semelhante à Anvisa, o uso emergencial do medicamento AZD7442 para prevenir infecções provocadas pelo novo coronavírus.

O medicamento é uma “combinação de anticorpos” e, caso seja aprovado, será um dos primeiros remédios destinados a prevenir a Covid-19.

A indicação do AZD7442, que possui administração intravenosa, será para pessoas que não apresentam a resposta imunológica proporcionada pelas vacinas ou que têm risco aumentado para apresentar um quadro grave da infecção.

Em testes da fase 3, também conhecidos como ensaios clínicos, quando os remédios são administrados em humanos, o AZD7442 reduziu em 77% o risco de casos graves de Covid-19.

Segundo o laboratório, cerca de 75% dos voluntários que participaram dos estudos apresentavam comorbidades relacionadas à Covid-19 ou tiveram resposta imune menor aos imunizantes contra a doença.

Em uma primeira análise, foram registrados 35 casos sintomáticos do novo coronavírus e, em todos eles, a resposta do medicamento foi adequada.

Veja na galeria os principais sintomas da Covid-19:

0

 

Últimas notícias