Coronavírus: relembre as pandemias que assustaram o mundo

A Organização Mundial da Saúde (OMS) reconheceu, nesta quarta-feira, o avanço do novo coronavírus nos continentes

A Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou, na tarde desta quarta-feira (11/3), uma pandemia de coronavírus. Desde o início do mês, o Ministério da Saúde brasileiro defendia a reclassificação da epidemia do vírus.

A reclassificação do coronavírus ocorreu após o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, declarar que a ameaça de uma pandemia do coronavírus se tornou “bastante real”. Até então, ele afirmava, em seguidos pronunciamentos, que a doença poderia ser contida.

A pandemia ocorre quando uma doença se espalha por uma grande quantidade de regiões no globo, ou seja, ela não está restrita a apenas uma localidade, estando presente em uma grande área geográfica. De forma geral, as doenças pandêmicas são caracterizadas pela facilidade de contágio. Apesar disso, para ser considerada uma pandemia, a doença precisa, necessariamente, ser infecciosa.

Até a última atualização feita pelo Ministério da Saúde com dados das secretarias estaduais de Saúde, o Brasil já tem 37 casos confirmados, 876 sob investigação e 880 descartados.

Além do novo coronavírus, outras doenças também foram classificadas como pandemias ao redor do mundo, como as gripes causadas pelo influenza (gripe espanhola, asiática, suína e outras) e o HIV, responsável por matar milhares de pessoas.

Veja algumas delas:

Gripe A
O exemplo mais recente é o da gripe A, mais conhecida como gripe suína. O vírus foi considerado pandemia em 2009 pela OMS, que registrou, segundo um relatório publicado em novembro de 2010, 18,5 mil vítimas do vírus em todo o mundo. A gripe suína deixou de ser considerada pandemia em 2010.

HIV
Já a Aids, que ainda ocorre em todo o mundo, também é considerada pandemia. Segundo um estudo da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas/OMS), o vírus da Aids já matou 35 milhões de infectados até o momento. Em 2016, um milhão de pessoas morreram por causas relacionadas ao HIV em todo o mundo.

Gripe Asiática
A forma da gripe aviária, que foi identificada como H2N2, apareceu na China em 1957. Seis meses após aparecer, em fevereiro, já havia se espalhado para todos os continentes. Mais de um milhão de pessoas morreram.