Coronavírus: padre morre após dar respirador a paciente jovem

Giuseppe Berardelli havia recebido o aparelho de fiéis de Casigno, na região da Lombardia, a mais atingida por Covid-19 na Itália

Um padre italiano de 72 anos morreu no norte da Itália após complicações do novo coronavírus. Segundo informações de um consultor do Vaticano a jornais locais, ele tinha um respirador comprado por paroquianos, mas havia entregado o aparelho a um paciente mais jovem que ele não conhecia.

Giuseppe Berardelli era natural de Casigno, na região da Lombardia, a mais atingida pela doença na Itália. A morte ocorreu em um hospital local, dias após ele ser diagnosticado com a Covid-19.

1/20
O padre Giuseppe Berardelli morreu após dar seu respirador a um paciente infectado mais jovem
Giuseppe Berardelli era natural de Casigno, na região da Lombardia, a mais atingida pela doença na Itália
Equipes do Escritório Regional do Mediterrâneo Oriental, da Organização Mundial da Saúde foram em missão no Irã ver a situação de pacientes infectados com o novo coronavírus
Membros da OMS no Irã para acompanhar a evolução do novo coronavírus
Uma família na Austrália comprou acidentalmente 2,3 mil rolos de papel higiênico em meio à pandemia de coronavírus
Em imagens postadas nas rede sociais, Haidee Janetzki aparece sendo "coroada" como a rainha do trono de papel higiênico
Eles receberam as caixas de papel higiênico em meio ao desabastecimento de produtos nos comércios da Austrália
Vídeos divulgados nas redes sociais mostraram o pátio do local mais sagrado do Islã em Meca, na Arábia Saudita, praticamente deserto
Com medo de serem contaminadas pelo novo vírus, pessoas passaram a usar camisinhas para apertar botões de elevador
A pandemia de coronavírus provocou correrias a supermercados e farmácias, onde as pessoas esgotaram alguns produtos
Fotos de pessoas apertando botões de elevadores com camisinhas viralizaram
No início da pandemia, rolos de papel higiênico chegaram a faltar em vários supermercados do mundo
Moradores estão estocando itens de todo tipo
Pessoas em Cingapura e na Austrália estão estocando itens básicos por receio do coronavírus
Navio Diamond Princess, um dos primeiros focos de coronavírus fora da China, foi isolado em porto do Japão após casos confirmados
Pangolim é apontado como hospedeiro intermediário do novo coronavírus
Desinfecção de funcionários de uma funerária depois de o grupo lidar com o corpo de uma pessoa que morreu em decorrência do novo coronavírus
Trabalhador de equipe médica pelas ruas de Wuhan, na China
Mulher usa máscara no mercado de Huanan, em Wuhan, o centro da epidemia de coronavírus. O local está interditado
Em Pequim, uma mulher usa máscara e óculos de sol para se proteger do coronavírus

O respirador que ele havia ganhado está em falta na região. Os fiéis doaram o equipamento porque estavam preocupados com o estado de saúde de Berardelli, de acordo com a revista de notícias italiana Araberara.

Há relatos de que o padre deu o respirador para um jovem que estava lutando para respirar. Ainda não se sabe a identidade nem o estado de saúde desse paciente.

“Mártir da caridade”

O caso extraordinário foi confirmado pelo padre jesuíta James Martin, dos Estados Unidos, que também consultor do Secretariado de Comunicações do Vaticano.

Os fiéis o destacaram como “mártir da caridade”. Na igreja, ele era reconhecido por sua caridade e amor por motocicletas. Giuseppe Berardelli está entre os cerca de 60 sacerdotes na Itália que morreram de Covid-19, a maioria com mais de 70 anos.

Cerca de 5.476 pessoas morreram após testes positivos para coronavírus em todo o país, com mais de 59 mil casos confirmados.