Coronavírus: notas de dinheiro e moedas podem passar a doença?

Por circularem de mão em mão, os objetos podem ser um canal de transmissão de micro-organismos

Alguns dos objetos que mais passam de mão em mão são moedas e cédulas. Isso levanta a pergunta: elas podem contribuir para a transmissão do coronavírus? As primeiras podem ser higienizadas eventualmente, mas é impossível limpar as notas de papel.

Não há informações específicas a respeito da sobrevida do vírus em papel e no metal do qual são feitas as moedas. Os dados disponíveis são sobre materiais semelhantes, como papelão (em que ele sobrevive por 24 horas) e aço inoxidável (por 72 horas).

De acordo com a Sociedade Brasileira de Infectologia, não é possível afirmar com exatidão se as cédulas e as moedas podem ser um meio de transmissão do novo coronavírus. “Na dúvida, após mexer nas notas, lave as mãos com água e sabão ou use álcool em gel 70%. Evite tocar nos olhos, na boca ou no nariz”, orienta a instituição.

Em caso de febre ou tosse, a indicação é iniciar um isolamento total por 14 dias. Se os sintomas forem mais graves, como falta de ar, é preciso procurar um hospital.