Coronavírus: médico de 26 anos morre e causa comoção na internet

Usama Riaz foi declarado herói nacional em seu país. Ele morreu enquanto tentava salvar pacientes infectados com Covid-19

Um jovem médico está entre os mortos pelo novo coronavírus no Paquistão, onde crescem assustadoramente os números de infectados pela Covid-19. Usama Riaz perdeu a vida tentando salvar pacientes no Hospital Gilgit-Baltistão. A notícia causou comoção nas redes sociais.

O governo local declarou o médico como herói nacional, segundo o Ministério da Informação da região. No Twitter, um ativista de direitos humanos postou fotos do jovem profissional, comentando que ele havia passado as últimas semanas examinando e tratando pacientes. “Hoje, ele perdeu a própria batalha contra o coronavírus, mas deu vida e esperança a muitos”, lamentou.

1/21
O médico Usama Riaz morreu enquanto lutava para salvar a vida de pacientes com coronavírus no Paquistão
Ele trabalhou enquanto pode, mas morreu de coronavírus
Médico Usama Riaz tinha apenas 26 anos
Equipes do Escritório Regional do Mediterrâneo Oriental, da Organização Mundial da Saúde foram em missão no Irã ver a situação de pacientes infectados com o novo coronavírus
Membros da OMS no Irã para acompanhar a evolução do novo coronavírus
Uma família na Austrália comprou acidentalmente 2,3 mil rolos de papel higiênico em meio à pandemia de coronavírus
Em imagens postadas nas rede sociais, Haidee Janetzki aparece sendo "coroada" como a rainha do trono de papel higiênico
Eles receberam as caixas de papel higiênico em meio ao desabastecimento de produtos nos comércios da Austrália
Vídeos divulgados nas redes sociais mostraram o pátio do local mais sagrado do Islã em Meca, na Arábia Saudita, praticamente deserto
Com medo de serem contaminadas pelo novo vírus, pessoas passaram a usar camisinhas para apertar botões de elevador
A pandemia de coronavírus provocou correrias a supermercados e farmácias, onde as pessoas esgotaram alguns produtos
Fotos de pessoas apertando botões de elevadores com camisinhas viralizaram
No início da pandemia, rolos de papel higiênico chegaram a faltar em vários supermercados do mundo
Moradores estão estocando itens de todo tipo
Pessoas em Cingapura e na Austrália estão estocando itens básicos por receio do coronavírus
Navio Diamond Princess, um dos primeiros focos de coronavírus fora da China, foi isolado em porto do Japão após casos confirmados
Pangolim é apontado como hospedeiro intermediário do novo coronavírus
Desinfecção de funcionários de uma funerária depois de o grupo lidar com o corpo de uma pessoa que morreu em decorrência do novo coronavírus
Trabalhador de equipe médica pelas ruas de Wuhan, na China
Mulher usa máscara no mercado de Huanan, em Wuhan, o centro da epidemia de coronavírus. O local está interditado
Em Pequim, uma mulher usa máscara e óculos de sol para se proteger do coronavírus

Várias pessoas se comoveram com o caso e postaram mensagens de respeito pelo papel desempenhado por ele no enfrentamento à pandemia. “Tinha apenas 26 anos. O Dr. Usama era um cidadão corajoso do Paquistão. Ele sabia o perigo em que estava se metendo, mas, até o último suspiro, tentou o seu melhor”, comentou um usuário do microblog.

No Paquistão, a maioria dos novos paciente veio do Irã, país vizinho. O governo paquistanês fechou os aeroportos de Karachi e Sukkur. As principais estradas de Karachi foram bloqueadas com contêineres e arames farpados e os cidadãos estão sendo forçados a cumprir quarentena.

Os líderes políticos do país exigem que o primeiro-ministro, Imran Khan, imponha bloqueio completo para impedir a disseminação de coronavírus.