Coronavírus: estudo indica célula do nariz como porta de entrada

Micro-organismos têm altos níveis de proteínas ACE2, usadas pelo vírus para entrar no corpo humano e se multiplicar

Um estudo publicado na quinta-feira (23/04) na revista Nature Medicine afirma que dois tipos de células do nariz, calciformes e ciliadas, têm altos níveis das proteínas ACE2 e TMPRSS2, usadas pelo coronavírus para entrar nas células e se multiplicar. As proteínas também foram encontradas nas células da córnea e no revestimento do intestino.

“Revelamos que essas células tinham os níveis mais altos dessas proteínas [receptoras] do vírus causador da Covid-19 em comparação a todas as células das vias aéreas. Isso faz delas a rota de infecção inicial mais provável para o vírus”, explicou Waradon Sungnak, chefe da pesquisa, em comunicado.

Segundo o cientista, esta é a primeira vez que essas células do nariz são associadas à Covid-19, especificamente. “A localização dessas células na superfície interna do nariz as tornam altamente acessíveis ao vírus, o que também ajuda na transmissão para outras pessoas”, explica Sarah Teichmann, coautora do artigo.