Conheça sete dicas que fazem o soluço parar imediatamente

O incômodo é causado por uma contração rápida e involuntária do diafragma, mas há saídas simples para interrompê-lo

atualizado 31/01/2019 21:59

nicoletaionescu/istock

O soluço é um dos reflexos mais incômodos do corpo humano. Ele acontece quando há uma contração rápida e involuntária do diafragma. Para interrompê-lo, existem algumas ações simples que estimulam os nervos e os músculos da região do tórax e, dessa maneira, estabilizam a situação.

Além disso, para que o soluço seja parado de forma eficaz e definitiva, é importante eliminar suas causas. Alguns responsáveis comuns são a dilatação do estômago por comer demais ou de maneira rápida, a ingestão de bebidas alcoólicas ou o refluxo.

No bebê recém-nascido ou, até mesmo, dentro do útero materno, o soluço pode ser causado porque o diafragma e os músculos respiratórios ainda estão se desenvolvendo. O refluxo no bebê após o início da amamentação também é muito comum e pode causar o sintoma. Nesses casos, é recomendado dar de mamar para a criança ou, se ela já estiver de estômago cheio, colocá-la de pé para arrotar.

Algumas dicas para que o soluço pare de forma rápida, ou até imediatamente, são:

  1. . Beber um copo de água gelada ou chupar gelo, pois estimula os nervos do tórax;
  2. . Prender a respiração o máximo que conseguir ou respirar dentro de um saco de papel, para aumentar os níveis de CO2 no sangue, e estimular o sistema nervoso;
  3. . Respirar profunda e lentamente, para esticar o diafragma e os músculos da respiração;
  4. . Tomar um susto ou rir bastante, a ação libera adrenalina, que interfere no funcionamento cerebral e estimula os nervos musculares;
  5. . Beber um pouco de água com o tronco inclinado para frente ou de cabeça para baixo, com o objetivo de relaxar o diafragma;
  6. . Tapar o nariz e fazer força para soltar o ar, contraindo o tórax;
  7. . Comer uma colher de açúcar, mel, limão, gengibre ou vinagre, substâncias que estimulam as papilas gustativas, sobrecarregam os nervos da boca e ocupam o cérebro com outras estímulos, fazendo relaxar o diafragma.

Como parar o soluço persistente
O soluço persistente ou crônico é aquele que dura mais de dois dias, e, nesses casos, é recomendado consultar o clínico geral para que sejam investigadas possíveis causas. Infecções, inflamações ou doenças gastrointestinais podem ser responsáveis pela situação e é preciso tratá-las corretamente. Existem também medicamentos que podem ser administrados nos casos mais graves e intensos.

Com informações do portal Tua Saúde.

Últimas notícias