Conheça 7 tipos de açúcar e faça melhores escolhas para a dieta

A glicose garante energia para o funcionamento do corpo, mas também provoca problemas sérios de saúde. A regra é moderação

PixabayPixabay

atualizado 02/12/2019 12:33

Os carboidratos são a maior fonte de energia do organismo, proporcionando entre 50 e 60% das calorias que devem ser ingeridas por dia. As moléculas dos carboidratos, quando digeridas, se transformam em açúcar (glicose). Em grande quantidade, a glicose sobrecarrega o organismo e pode trazer problemas de saúde, como doenças cardíacas, diabetes e obesidade.

O açúcar pode assumir várias formas de acordo com sua estrutura química. Apesar de todo excesso ser maléfico, existem açucares que atuam no corpo de maneira mais lenta e podem fazer parte de uma dieta balanceada e equilibrada. Para tomar boas decisões quanto ao que colocar no prato, a lista a seguir indica os diferentes tipos de açúcar e quais são suas fontes alimentares:

1. Sacarose
A sacarose, mais conhecida como açúcar de mesa, é um dissacarídeo formado pela união de uma molécula de glicose e outra de frutose. Atualmente, esse composto é utilizado como aditivo em diversos produtos processados.

Esse tipo de açúcar tem um índice glicêmico elevado. Por isso, quando é absorvido, aumenta rapidamente o açúcar no sangue, além de favorecer o acúmulo de gordura no organismo: seu consumo em excesso está associado a um maior risco de doenças cardiovasculares, obesidade e diabetes.

Fontes alimentares: cana de açúcar, açúcar mascavo, açúcar demerara, açúcar de beterraba e produtos que o contenham.

2. Frutose
A frutose é um monossacarídeo, significa que é uma das moléculas mais simples de carboidrato e também é a mais doce de todas. A frutose está presente nas frutas e também pode ser produzida artificialmente alterando a glicose presente no amido de milho. Assim como a sacarose, o seu consumo em excesso está associado a um aumento do risco de doenças cardiovasculares e metabólicas.

Fontes alimentares: frutas, cereais, vegetais e mel.

3. Lactose
A lactose, mais conhecida como o açúcar do leite, é um dissacarídeo formado pela união de uma molécula de glicose com uma de galactose. Algumas pessoas possuem intolerância a esse tipo de açúcar.

Fontes alimentares: leite e derivados.

4. Amido
O amido é um carboidrato complexo formado por dois polissacarídeos, a amilopectina e a amilose, que são digeridos mais lentamente no organismo e produzem glicose como produto final.

Esse tipo de alimento deve ser ingerido em proporções controladas na dieta para evitar o excesso de peso e as doenças associadas.

Fontes alimentares: arroz, batata, macarrão, feijão, ervilhas, milho, farinha e amido de milho.

5. Mel
O mel é formado por uma molécula de glicose e uma de frutose. O líquido é utilizado como um edulcorante natural, no entanto, o seu consumo também deve ser limitado. As vantagens do mel, entretanto, são as vitaminas e minerais presentes na composição.

Fontes alimentares: mel de abelha.

6. Xarope de milho
O xarope de milho é uma solução concentrada de açúcar que é utilizada para adoçar diversos produtos industrializados. Devido à sua elevada concentração de açúcar, o consumo de produtos industrializados que contenham esse xarope pode resultar em doenças, como a obesidade e a diabetes.

Também existe o xarope de milho com alto teor de frutose, que é um derivado com maior concentração de açúcares utilizado para adoçar produtos e bebidas industrializadas.

Fontes alimentares: alimentos industrializados, refrigerantes e sucos industrializados.

7. Maltodextrina
A maltodextrina é resultado da ruptura da molécula de amido, por isso é composta por várias moléculas de glicose. A maltodextrina está presente nos produtos industrializados, sendo utilizada como espessante para aumentar o volume de alimentos.

A maltodextrina tem um elevado índice glicêmico, não sendo recomendada para diabéticos ou pessoas com problemas de insulina.

Fontes alimentares: leites infantis, suplementos nutricionais, hambúrguer, barras de cereais e outros alimentos industrializados.

Alimentos ricos em açúcar e gordura
Muitos alimentos ricos em açúcar também são ricos em gorduras, como quindim, brigadeiro, leite condensado, bolo, lasanha, biscoito entre outros. Além de favorecerem o aumento de peso, eles podem provocar o surgimento da diabetes, já que aumentam os níveis de açúcar no sangue. Esses alimentos devem ser consumido com pouca frequência para manter o organismo saudável. (Com informações do portal Tua Saúde)