Como está a curva de contágio do novo coronavírus no Brasil?

Ministério da Saúde apresentou acompanhamento da curva de casos confirmados do novo coronavírus em território nacional

O Ministério da Saúde apresentou, durante coletiva de imprensa na tarde deste sábado (28/03), um acompanhamento da curva de casos confirmados do novo coronavírus em território nacional.

O gráfico mostra a velocidade de crescimento da doença em diferentes países – Alemanha, Itália, Espanha e Brasil – a partir do registro do caso número 100 em cada localidade. Desde o início da crise do coronavírus, a equipe técnica do Ministério da Saúde defende que o desafio nacional é achatar a curva de crescimento de casos, diminuindo a velocidade de propagação da doença, isso garante que menos pessoas tenham a Covid-19.

De acordo com o secretário-executivo do Ministério da Saúde, João Gabbardo, nesta semana, o país conseguiu manter a velocidade de contágio abaixo do que estava, inicialmente, projetado. “Esperávamos um crescimento diário de cerca de 30% em relação ao número de casos confirmados mas, nesta semana, o crescimento ficou entre 11% e 22%”, defendeu Gabbardo. Pelo gráfico, a expansão da doença estaria mais controlada aqui do que nos cenários verificados na Itália e na Espanha neste mesmo período de propagação.

O secretário de vigilância epidemiológica, Wanderson de Oliveira, entretanto, não foi tão otimista. “Ainda é cedo para verificarmos se há uma tendência de achatamento da curva”, afirmou. De acordo com o Ministério da Saúde, neste sábado (28/03), o Brasil registra 114 mortes pela Covid-19 e 3.904 casos confirmados de infecções pelo novo vírus.

Em muitas cidades brasileiras, a comprovação laboratorial está travada, o que pode interferir na acuidade da curva demonstrada.