Câncer de rim: quais são os sintomas e como é o tratamento

Esse tipo de câncer afeta principalmente homens com mais de 60 anos e não costuma apresentar sinais no estágio inicial

atualizado 22/06/2022 11:49

Ilustração de um rimHYWARDS/istock

O câncer de rim ou câncer renal é um tipo relativamente comum de câncer que afeta principalmente homens entre 55 e 75 anos de idade, provocando sintomas como presença de sangue na urina, dor constante no fundo das costas ou aumento da pressão arterial.

O carcinoma renal de células claras (CRCC) é o tipo mais comum de tumor e corresponde a aproximadamente 75% dos casos. No Brasil, a incidência estimada de câncer renal é de sete a 10 casos para cada grupo de 100 mil habitantes.

O prognóstico depende, entre outros fatores, da idade do paciente e da rapidez na qual o diagnóstico e o tratamento são iniciados. Se identificado precocemente, o câncer renal pode ser curado. No entanto, se o tumor estiver em estado mais avançado ou já tiver se espalhado, o tratamento é difícil.

Histórico familiar de câncer de rim, doenças genéticas, cigarro e obesidade favorecem o risco de desenvolvimento da doença. Além disso, quem precisa fazer tratamento com diálise para filtrar o sangue, devido a outros problemas renais, também fica mais suscetível.

Principais sintomas

Os sintomas não costumam aparecer na fase inicial da doença, somente à medida que o câncer progride. Os principais são:

  • Sangue na urina;
  • Inchaço ou massa na região abdominal;
  • Dor constante no fundo das costas;
  • Cansaço em excesso;
  • Perda de peso constante;
  • Febre baixa constante;
  • Além disso, como os rins são responsáveis por regular a pressão arterial e por participar da produção das células vermelhas do sangue (hemácias), ocorre uma alteração brusca nos valores da pressão arterial e um aumento ou redução acentuada do número de hemácias.

Tratamento

O tamanho e o desenvolvimento do tumor são fatores decisivos para a escolha da forma de tratamento. Feita em quase todos os casos, a cirurgia ajuda na remoção da parte afetada do rim e costuma ser acompanhada de terapia biológica.

Quando o câncer é identificado na fase inicial, a cirurgia pode ser o único tratamento necessário. Já nos casos mais avançados, a remoção pode ser usada juntamente com a radioterapia, por exemplo, para reduzir o tamanho do tumor.

Na terapia biológica, são usados remédios que fortalecem o sistema imune e facilitam a eliminação das células do câncer. Porém, este tipo de tratamento não é eficaz em todos os casos e depende da avaliação do médico, que vai ser responsável por adequar as doses e, até, interromper o uso desses medicamentos. (Com informações do portais Tua Saúde e Inca)

Publicidade do parceiro Metrópoles
0

Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.

Mais lidas
Últimas notícias