Beber água com gás traz benefícios à saúde? Saiba mais

A bebida gaseificada é saudável, aumenta a sensação de saciedade e melhora o paladar, mas não deve ser a única fonte de hidratação do dia

stevanovicigor, Istockstevanovicigor, Istock

atualizado 02/04/2019 12:58

A água com gás é fabricada a partir da adição de dióxido de carbono sob pressão ao líquido. O resultado é o ácido carbônico, um ácido fraco, que não traz malefícios à saúde de quem o consome. Assim como a água natural, ela é rica em nutrientes, como cálcio, potássio e magnésio. No entanto, a ingestão de água com gás não deve substituir a água natural, que é a principal fonte para uma boa hidratação do corpo. Sucos, chás e água com gás são complementares no dia a dia.

A nutricionista Pollyanna Ayub explica que a água não tem calorias – seja a natural ou a versão com gás. Algumas pessoas têm dúvidas se a versão gasificada equivale a refrigerantes, mas a nutricionista esclarece que são líquidos bem diferentes. “Não tem acréscimo calórico na rotina alimentar, o único problema é que ingerir líquidos durante a refeição pode trazer problemas para a digestão”, explica.

A liberação abundante de gás provoca uma sensação por vezes incômoda de estufamento. “Existe alteração nas enzimas digestivas, por isso a pessoa sente que está com a barriga estufada. Ela atrapalha a digestão, mas não engorda”, afirma Pollyana. A água com gás pode ser usada de maneira positiva para quem está fazendo jejuns mais longos, pois ela dá sensação de saciedade. (Com informações do portal Tua Saúde)

Últimas notícias