Bebê é curado da Covid-19 e vira símbolo de esperança na Itália

Mesmo com pouco tempo de vida, a história do pequeno Leonardo viralizou no mundo durante o medo causado pelo novo coronavírus

A família de Léo, um bebê nascido na cidade de Corbetta, localizada a 21 quilômetros de Milão, na Itália, recebeu uma notícia de esperança na quarta-feira (25/03): o pequeno recebeu alta hospitalar após permanecer 10 dias internado em decorrência do novo coronavírus, que causa a Covid-19. O país já registra mais de 14 mil mortes é um dos recordistas em número de casos fatais por causa da doença.

A pequena cidade tem pouco mais de 18 mil habitantes, mesmo assim registrou 52 moradores infectados pelo Covid-19, incluindo o pequeno Léo. Apenas em Corbetta, a nova doença já matou seis pessoas.

1/22
Prefeito comemorou a notícias nas redes sociais
O pequeno Leonardo, de Corbertta, foi curado da Covid-19 e virou símbolo de esperança
Na Itália, pacientes terminais de coronavírus ganharam o direito de dar adeus às famílias por meio de videoconferências
Profissionais de saúde mostram as marcas provocadas pelos equipamentos de segurança
Equipes do Escritório Regional do Mediterrâneo Oriental, da Organização Mundial da Saúde foram em missão no Irã ver a situação de pacientes infectados com o novo coronavírus
Membros da OMS no Irã para acompanhar a evolução do novo coronavírus
Uma família na Austrália comprou acidentalmente 2,3 mil rolos de papel higiênico em meio à pandemia de coronavírus
Em imagens postadas nas rede sociais, Haidee Janetzki aparece sendo "coroada" como a rainha do trono de papel higiênico
Eles receberam as caixas de papel higiênico em meio ao desabastecimento de produtos nos comércios da Austrália
Vídeos divulgados nas redes sociais mostraram o pátio do local mais sagrado do Islã em Meca, na Arábia Saudita, praticamente deserto
Com medo de serem contaminadas pelo novo vírus, pessoas passaram a usar camisinhas para apertar botões de elevador
A pandemia de coronavírus provocou correrias a supermercados e farmácias, onde as pessoas esgotaram alguns produtos
Fotos de pessoas apertando botões de elevadores com camisinhas viralizaram
No início da pandemia, rolos de papel higiênico chegaram a faltar em vários supermercados do mundo
Moradores estão estocando itens de todo tipo
Pessoas em Cingapura e na Austrália estão estocando itens básicos por receio do coronavírus
Navio Diamond Princess, um dos primeiros focos de coronavírus fora da China, foi isolado em porto do Japão após casos confirmados
Pangolim é apontado como hospedeiro intermediário do novo coronavírus
Desinfecção de funcionários de uma funerária depois de o grupo lidar com o corpo de uma pessoa que morreu em decorrência do novo coronavírus
Trabalhador de equipe médica pelas ruas de Wuhan, na China
Mulher usa máscara no mercado de Huanan, em Wuhan, o centro da epidemia de coronavírus. O local está interditado
Em Pequim, uma mulher usa máscara e óculos de sol para se proteger do coronavírus

A notícia foi bastante comemorada pelo prefeito da cidade, Marco Ballarini, que divulgou a foto do menino nas redes sociais, o chamando de “rosto da esperança.”

“Hoje temos mais uma razão para sorrir, para sermos felizes, para nos sentirmos ainda mais uma comunidade unida. Hoje olhamos para o rosto maravilhoso da esperança, nossa esperança” escreveu ele em um post no Facebook.

O líder também deixou um agradecimento aos pais do bebê, por não terem desistido. “Você trouxe o verão para os corações de todos nós corbetanos. Vamos, Corbetta!”, comemorou Ballarini, que desde 8 de março decretou medidas duras e restritivas para a população.

Quarentena

Embora não tenha passado pela contaminação mais severa, a recuperação do bebê Leonardo encheu o coração do mundo de esperança em tempos de tantas mortes causadas pelo vírus. Com o sorriso do menino estampado nas páginas, jornais internacionais levaram a mensagem de otimismo a todos os cantos. Os pais do do bebê estão em quarentena e não comentaram o caso.

“Eles preferem manter distância nesse momento. A mãe de Leonardo ficou com ele o tempo todo mas não testou positivo. O pai foi infectado, mas também está curado”, explicou Ballarini. “Estamos no caminho certo. E esperamos que daqui dez dias, possamos voltar a abrir gradativamente o comércio”, emendou.